uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Câmara de Santarém farta de esperar por obras na EN 362
Ricardo Gonçalves critica Governo por não investir

Câmara de Santarém farta de esperar por obras na EN 362

Presidente da autarquia diz que não quer mais reuniões e critica Governo por não investir.

Edição de 17.05.2018 | Política

O presidente da Câmara de Santarém diz que não está disposto a esperar muito mais tempo pelas obras de requalificação do troço da Estrada Nacional (EN) 362 entre Santarém e Alcanede, no norte do concelho. Na última reunião do executivo, Ricardo Gonçalves (PSD) diz que escreveu recentemente à empresa pública Infraestruturas de Portugal (IP) para saber se já tinha sido lançado o concurso para essa empreitada.
“Já não estamos dispostos a esperar mais tempo. Sabemos que o dinheiro disponível fica aquém das necessidades reais daquela estrada mas queremos respostas claras e objectivas. Não estamos dispostos a ter mais reuniões. Estamos fartos que o actual Governo, que tanto criticou os cortes do anterior, não tenha capacidade de investir”, afirmou Ricardo Gonçalves, acrescentando que lhe tinha sido dada a informação de que o concurso para essa obra devia ser lançado até final de Abril último.
A oposição socialista concorda com a pertinência da obra mas o vereador José Augusto Santos acha que o projecto fica aquém das necessidades, nomeadamente por não contemplar a correcção do traçado que permita eliminar as curvas entre Tremês e Aldeia da Ribeira. Rui Barreiro também considera que o projecto previsto é “pensar pequeno”, por não mexer no traçado, e exortou o presidente a falar directamente com o Governo em Lisboa em vez de mandar recados pela comunicação social. “Esses dois milhões de euros não vão resolver o problema. Achamos que deve ser feita uma intervenção mais profunda”, declarou.
Ricardo Gonçalves sublinhou que sempre considerou que a verba prevista pela IP é curta e que já o transmitiu quer a este Governo quer ao anterior, estimando que a obra que pretendiam, com correcção de traçado, devia ficar pelos 13 milhões de euros. “Se há dois milhões de euros para essas obras então que os gastem já, mas que é pouco é!”, referiu.

Câmara de Santarém farta de esperar por obras na EN 362

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...

    Capas

    Assine O MIRANTE e receba o Jornal em casa
    Clique para fazer o pedido