uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Jovens queixam-se aos autarcas e dizem que Vila Franca de Xira é uma cidade fantasma

Jovens queixam-se aos autarcas e dizem que Vila Franca de Xira é uma cidade fantasma

Diagnóstico crítico foi feito durante uma sessão da Assembleia Municipal Jovem onde os mais novos puderam dizer de sua justiça para autarcas anotarem. A falta de espaços de diversão nocturna foi uma das pechas apontadas.

Edição de 17.05.2018 | Sociedade

Alunos de onze escolas do concelho de Vila Franca de Xira mergulharam em questões que podem comprometer o seu futuro, se quiserem continuar a viver no seu concelho. Os problemas e entraves que encontram foram expostos em sessão de Assembleia Municipal Jovem, no dia 9 de Maio, na Escola Secundária de Alves Redol. Nessa sessão os jovens puderam ser deputados por um dia e apresentar as suas propostas e recomendações ao presidente da assembleia municipal, presidente da câmara e vereadores. O tema principal da ordem do dia era a “Igualdade de Género: Um debate para tod@s”, mas os estudantes mostraram querer ir mais além e debater sobre outros problemas existentes no concelho.
Alunos de uma das escolas presentes apelidou Vila Franca de Xira de “cidade fantasma”, afirmando que “está sem interesse e socialmente envelhecida”, fazendo com que a maior parte dos jovens partam para “Lisboa ou para o estrangeiro, por não haver razão para os manter cá”. A intervenção de uma jovem que descreve Vila Franca de Xira como um “dormitório sem qualidade de vida”, onde as escolas são o “único sinal de existência” foi outra das declarações mais aplaudidas pelos jovens, professores e encarregados de educação presentes.
À câmara municipal foi proposto que “se comprometa a desenvolver um conjunto de políticas contra a desvitalização e degradação da cidade”, que incluam, por exemplo, a “criação de uma praia fluvial”, de “espaços verdes” e “pavilhões desportivos”. A falta de espaços de diversão nocturna foi outra das queixas mais recorrentes. “Se nos queremos divertir temos de ir para Lisboa”, ouviu-se.

“Voluntariado social de apoio a idosos”
Os estudantes mostraram-se não só preocupados com o que directamente lhes diz respeito, como também com a população mais envelhecida. Neste sentido, “face ao isolamento e solidão dos idosos”, uma das escolas lançou o desafio à autarquia e a todos os presentes para “envolverem os jovens na participação cívica”, com “acções de voluntariado social de apoio aos idosos do concelho”. No mesmo acto, os jovens dispuseram-se a entregar uma lista de voluntariados, na esperança de ver esta medida colocada em prática pelo município.
O esforço valeu-lhes a atenção do executivo municipal, mas em alguns momentos mostraram desconhecer, por completo, situações e medidas já aplicadas pelo município. Como é o caso da construção de um polidesportivo no Bom Retiro e o projecto de qualificação da zona ribeirinha, que já estão em curso. Alberto Mesquita, presidente da câmara municipal, mostrou-se atento e sempre com uma palavra a dar aos jovens, relembrando que em edições anteriores já teve “em consideração muitas matérias que foram aqui abordadas”.

Tiago Rocha, aluno da Reynaldo dos Santos, com Alberto Mesquita e uma representante da Secundária Alves Redol

Futuros políticos na forja?

Beatriz Sabino, aluna da Escola Secundária Alves Redol, Tiago Rocha, aluno da Escola Professor Reynaldo dos Santos e João Mata, do Colégio José Álvaro Vidal foram, respectivamente, os secretários e presidente da Assembleia Municipal Jovem 2018. Terminada a sessão, disseram a O MIRANTE que as tarefas atribuídas nem sempre foram foi fáceis de gerir. Ainda assim, para o futuro não fecham as portas ao mundo da política. O conselho que deixam é que “todos tenham participação activa na política, pois os jovens de hoje vão ser os deputados e políticos de amanhã. E se não estiverem preparados, quem estará?”.

Jovens queixam-se aos autarcas e dizem que Vila Franca de Xira é uma cidade fantasma

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...

    Capas

    Assine O MIRANTE e receba o Jornal em casa
    Clique para fazer o pedido