uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Marca “Montado de Sobro e Cortiça” vai ser selo de qualidade
Francisco Oliveira e Gonçalo Calçadinhas durante a apresentação da marca “Montado de sobro e cortiça”

Marca “Montado de Sobro e Cortiça” vai ser selo de qualidade

Projecto junta 46 entidades do Ribatejo e do Alentejo e foi lançado em Coruche durante a FICOR – Feira Internacional da Cortiça.

Edição de 31.05.2018 | Economia

É verde e vermelha e está prontinha para certificar os produtos e serviços relacionados com a fileira do montado. A marca “Montado de Sobro e Cortiça” foi lançada em Coruche na tarde de sexta-feira, 25 de Maio, durante a FICOR – Feira Internacional da Cortiça e pretende incentivar à fixação dos jovens no interior, promover o turismo e criar novos empreendedores.
“Esta é uma marca que vem mostrar que Portugal não é só praia. Não é só vinho. Não é só Lisboa e Porto. Não é só Fátima, futebol e fado. E não é só o Ronaldo. Portugal é também o montado de sobro e cortiça”, afirma Gonçalo Calçadinhas, técnico das Estratégias de Eficiência Colectiva (EEC PROVERE).
Gonçalo Calçadinhas explica que a ideia da criação da marca surgiu da necessidade de se fazer mais divulgação dos produtos alimentares, de artesanato e serviços que são produzidos neste território. “Este é um local único no Mundo mas cada vez está mais envelhecido e com menos população. Esta marca vem não só estimular o consumo destes produtos mas também que se viva, visite e se invista neste território”, adianta o técnico.
Estejam no norte ou no sul do país todos podem aderir à marca “Montado de Sobro e Cortiça”. Basta seguir alguns passos. Primeiro deve-se preencher os formulários de candidatura da empresa e/ou produtos no site da marca. Entretanto, a comissão organizadora, composta por técnicos da PROVERE, analisará, com critério e isenção, as candidaturas. Nessa fase, sempre que for necessário, a comissão também consultará outras entidades externas no local onde se encontram os produtos e serviços para auxiliar na decisão. Se for aceite, o novo aderente recebe um selo para colar no seu produto ou na porta dos seus serviços.
“O selo será um carimbo de qualidade reconhecida. As pessoas, ao vê-lo colado num cesto ou na entrada de um restaurante, conseguem logo saber que naquele local existem produtos de qualidade que vêm do montado. Algo muito importante tanto para este território como para o empresário”, acredita Gonçalo Calçadinhas.
O projecto junta 46 entidades das regiões do Ribatejo e do Alentejo, ao abrigo do programa comunitário Alentejo 2020 e está inserido nas Estratégias de Eficiência Colectiva (EEC PROVERE), do qual Coruche é líder. O objectivo é valorizar este recurso endógeno e fortalecer as parcerias existentes com os vários agentes da fileira.

Marca “Montado de Sobro e Cortiça” vai ser selo de qualidade

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...