uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

A teimosia de insistir em gastar dinheiro público num crónico fracasso 

Edição de 31.05.2018 | O MIRANTE dos Leitores

Conhecendo as pessoas que estão, legitimamente, à frente da Câmara do Entroncamento e que, como todos nós, têm virtudes e defeitos, sei que esta minha carta sobre o falhanço da iniciativa “Entroncamento em Flor”, se vier a ser lida por elas, vai ter um efeito perverso mas isso não me impede de a escrever.
Ao fim de quatro ou cinco edições a câmara municipal já devia ter percebido que a iniciativa não tem adesão nem resultados e deveria ter acabado com ela, tratando de escolher algo diferente.
No “Entroncamento em Flor” participam crianças das escolas, cidadãos seniores das instituições da cidade e pouco mais. A organização tem tentado introduzir melhorias mas sem resultado. Acho que vai sendo tempo de desistir. Persistir numa coisa falhada é sinal de pouca inteligência.
Esta minha ideia é partilhada pela maioria da população. Se não fosse assim, o Entroncamento em Flor era um sucesso e manifestamente é um verdadeiro fracasso. As pessoas votarem nos candidatos do PS dando-lhes a maioria, já por dois mandatos sucessivos é uma coisa. Gostarem de tudo o que esses eleitos fazem é outra bem diferente.
No caso das flores, é caso para dizer que tentar meter “a martelo”, na cabeça das pessoas, o gosto por terem flores e plantas nas suas varandas, é uma inutilidade que só serve para gastar energias e recursos...inutilmente.
Joaquim Monteiro

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...