uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
“A educação também serve para combater a pobreza”
Maria da Luz Rosinha falou sobre pobreza e exclusão social

“A educação também serve para combater a pobreza”

A deputada Maria da Luz Rosinha falou sobre desenvolvimento social e combate à exclusão e pobreza. Foi moderadora do debate “A Rede Social, a sua génese, que caminho…”, do Encontro de Núcleos Técnicos, na Póvoa de Santa Iria.

Edição de 31.05.2018 | Sociedade

“A pobreza é algo que se cola às pessoas em Vila Franca de Xira. Há famílias que sucessivamente continuam a recorrer ao apoio social. E nós não estamos aqui para alimentar os pobres, mas para fazer com que eles deixem de ser pobres”, disse a deputada socialista Maria da Luz Rosinha no Encontro de Núcleos Técnicos que decorreu no dia 23 de Maio, na Póvoa de Santa Iria, Vila Franca de Xira.
A deputada, que falava no debate, cujo tema foi a origem e futuro da Rede Social, frisou que “o combate à exclusão social e pobreza são objectivos que constam no programa do Governo e que não serão postos de lado”. Com a descentralização de competências - do poder central para as autarquias locais - a deputada acredita que se vai colocar a questão social na linha da frente das políticas nacionais.
No debate estiveram presentes, entre outras entidades, Edmundo Martinho, provedor da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, e Cláudia Joaquim, secretária de Estado da Segurança Social.
A ex-presidente da Câmara de Vila Franca de Xira relembrou que o município foi um dos primeiros a aderir ao Programa Rede Social, implantado em Portugal em 1997 e que ao longo dos anos tem conseguido mudar a face do território. Deu como exemplo Vialonga e Arcena, duas zonas que ultrapassaram graves problemas sociais onde reinava o conflito, discriminação e pobreza. Apontou ainda o caso de Povos como um problema por resolver.
No seu entender, a “educação é um instrumento que também serve para quebrar os ciclos de pobreza” e que deveria ser potenciada nesse sentido. Diz não ser um processo fácil, especialmente em famílias cujos pais têm nível de escolaridade inferior ao dos filhos, mas acredita que é possível os jovens quebrarem o ciclo de pobreza na família através dos estudos e posterior abertura a mais saídas profissionais.
Recorde-se que o município de Vila Franca de Xira aderiu ao Programa da Rede Social em 1997, ainda na sua fase piloto, tendo como objetivos basilares o combate à pobreza e à exclusão social e a promoção do desenvolvimento local. Em 2016 foi criado no concelho um novo Sistema de Atendimento e Acompanhamento Social Integrado (SAASI), um programa que reúne 28 entidades do concelho e o Instituto da Segurança Social. Com o SAASI as pessoas mais vulneráveis socialmente e que precisam de ajuda podem obtê-la nas instituições das suas áreas de residência sem precisarem de se deslocar aos balcões da Segurança Social.

“A educação também serve para combater a pobreza”

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...