uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Morre ao atirar-se do nono andar do Hospital de Santarém
Foto DR

Morre ao atirar-se do nono andar do Hospital de Santarém

Custódio Caramelo, de 73 anos, residia em Coruche e estava internado com uma doença do foro oncológico.

Edição de 07.06.2018 | Sociedade


Custódio Caramelo, de 73 anos de idade atirou-se no sábado, 2 de Junho, do nono andar do Hospital Distrital de Santarém. Ao que O MIRANTE conseguiu apurar, a vítima, que residia em Coruche e estava internada com um tumor, deslocou-se até à janela, partiu o vidro e atirou-se. O incidente ocorreu pelas 19h40 numa altura em que estava muita gente a sair do estabelecimento de saúde por estar a terminar o período de visitas aos doentes.
O corpo de Custódio Caramelo caiu muito perto da entrada principal do Hospital Distrital de Santarém. O óbito foi declarado no local e o corpo do foi transportado para a morgue do Hospital de Santarém.
Custódio Caramelo era natural de Foros de Valverde, concelho de Coruche, e viveu toda a vida na sua terra natal, trabalhando sempre na construção civil. Era casado e tinha dois filhos, um a viver na Alemanha e outro em Samora Correia (Benavente). Conhecido como sendo um homem pouco falador e temperamental, costumava ocupar os seus dias a tratar da horta. Há pouco tempo tinha-lhe sido diagnosticado um tumor no fígado e foi-lhe dito que não haveria muito a fazer. Custódio estava há já alguns dias internado no hospital. Ninguém esperava este final trágico.

Morre ao atirar-se do nono andar do Hospital de Santarém

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...