uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Polícia agredido à frente das filhas em Vila Franca de Xira

Agente estava de folga e interveio quando viu outro homem a ser agredido

Edição de 07.06.2018 | Sociedade

O agente da Polícia de Segurança Pública (PSP) de Vila Franca de Xira que foi violentamente agredido por quatro jovens na tarde de sábado, 2 de Junho, no jardim Constantino Palha, foi submetido a uma intervenção cirúrgica e já se encontra a recuperar dos ferimentos.
O polícia, de 34 anos, presta serviço na Equipa de Intervenção Rápida (EIR) da PSP na esquadra da Póvoa de Santa Iria e sofreu, entre outras escoriações, um corte profundo junto a um olho e fractura na face. Foi inicialmente assistido no Hospital de Vila Franca de Xira e posteriormente transferido para o São José em Lisboa. Encontra-se actualmente de baixa médica e a recuperar.
O agente estava de folga e passeava no jardim com a mulher e as duas filhas quando, por volta das 16h30, se deparou com um grupo de quatro indivíduos, com idades entre os 18 e os 22 anos, a espancar um outro homem, de nacionalidade brasileira. Quando o agente avançou para parar a rixa os agressores desviaram as suas atenções para o agente e agrediram-no com violência, esmurrando-o, pontapeando-o e até chegaram a arremessar-lhe com pedras e outros objectos. Só quando este se identificou como sendo polícia é que o grupo parou a cena de pancadaria e se colocou em fuga.
A PSP destacou meios para perseguir os suspeitos e encontrou três deles poucos minutos depois no centro da cidade. Um quarto elemento foi encontrado na localidade vizinha de Castanheira do Ribatejo. Foram todos identificados por agressão a agente da autoridade e vão aguardar julgamento com Termo de Identidade e Residência. Segundo fonte policial os agressores pertencerão a um pequeno grupo de recortadores de toiros mas a empresa que os representa já fez saber, em comunicado, que o grupo nada teve a ver com as agressões e, pelo contrário, terá mesmo ajudado o agente agredido.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...