uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Tasquinhas exploradas pelas colectividades é uma mais-valia 
Foto DR Pedro Sampaio Agente funerário da Nova Agência Funerária de Almeirim

Tasquinhas exploradas pelas colectividades é uma mais-valia 

Edição de 14.06.2018 | Especial Festas de Almeirim

O agente funerário Pedro Sampaio, da Nova Agência Funerária de Almeirim, é também um dançarino do Rancho Folclórico da Casa do Povo de Almeirim, onde é conhecido pela arte de dançar o fandango, e este ano vai estar mais uma vez a ajudar na tasquinha do rancho nas Festas da Cidade de Almeirim.
Para Pedro Sampaio, 39 anos, as festas são sobretudo um momento para se comemorar o marco histórico que foi a elevação de Almeirim a cidade. Um bom motivo, em seu entender, para os habitantes do concelho se juntarem e conviverem. Pedro concorda com o modelo das festas e com a forma como têm decorrido, salientando que o orçamento também não deve dar para mais.
Uma das mais-valias das Festas da Cidade, na opinião do agente funerário, é o facto de as tasquinhas serem exploradas pelas colectividades, que desta forma tentam realizar algum dinheiro para manter a sua actividade ao longo do ano. Pedro Sampaio considera que Almeirim ainda é um concelho muito ligado à agricultura, o que é uma marca importante, mas tem havido evolução e desenvolvimento. Quanto à sua empresa diz que a sua preocupação é trabalhar com honestidade e de forma transparente.

Tasquinhas exploradas pelas colectividades é uma mais-valia 

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...

    Capas

    Assine O MIRANTE e receba o Jornal em casa
    Clique para fazer o pedido

    Destaques