uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

A Caixa é pobre e mal-agradecida

Edição de 14.06.2018 | O MIRANTE dos Leitores

Há coisa de um ano o Estado português - que é como quem diz o erário público, o dinheiro dos contribuintes - concluiu a recapitalização do poço sem fundo em que a Caixa Geral de Depósitos se transformou graças a opções de gestão e decisões que se não se podem chamar danosas andam lá por perto.
Agora, com nova administração e os cofres forrados, veio a política do cortar a direito, com o despedimento de funcionários, encerramento de balcões aos magotes, como o de Alhandra (aliás, acho que o senhor Macedo, se pudesse, fechava metade de Portugal, pois não é rentável e só dá despesa e trabalho). O curioso disto tudo é que os lesados que vêem os serviços do banco público saírem das suas terras são os mesmos que ajudaram a pagar a bóia a que a CGD se agarrou e que com os seus impostos têm contribuído para pagar os devaneios dos senhores banqueiros e administradores bancários, castas principesca e pornograficamente remuneradas, mesmo que na reforma, e que têm vivido num mundo à parte quando muitos deles o que mereciam mesmo era estarem a ver o sol aos quadradinhos durante uns bons anos.
Ernesto Folgosinho

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...

    Capas

    Assine O MIRANTE e receba o Jornal em casa
    Clique para fazer o pedido

    Destaques