uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Freguesia de Samora Correia perde três agências bancárias em dois meses
Augusto Marques está apreensivo com a situação

Freguesia de Samora Correia perde três agências bancárias em dois meses

Caixa Agrícola fechou na sexta-feira o balcão no Porto Alto. Em Maio encerrou a agência do Banco Popular em Samora Correia e em Junho fecha o BPI na mesma cidade.

Edição de 21.06.2018 | Economia

O balcão da Caixa de Crédito Agrícola (CA) de Porto Alto, freguesia de Samora Correia, concelho de Benavente, encerrou portas definitivamente na sexta-feira, 15 de Junho. O fecho desta agência implica que os cidadãos se desloquem a Samora Correia sempre que necessitarem dos serviços da CA. Recorde-se que em Maio passado encerrou em Samora Correia o balcão do Banco Popular e até ao final do mês de Junho vai encerrar a agência do BPI na mesma cidade.
Augusto Marques (CDU), presidente de Junta de Freguesia de Samora Correia, lamenta o encerramento do balcão da CA no Porto Alto, que servia um núcleo habitacional de cerca de 5 mil pessoas. O autarca explicou a O MIRANTE que reuniu com a administração do banco, há cerca de um mês, juntamente com Carlos Coutinho (CDU), presidente da Câmara de Benavente, com o objectivo de tentarem chegar a acordo para evitar a desactivação da agência. Segundo Augusto Marques, o banco terá dito que “com base nos valores de movimentação não é sustentável manter o balcão aberto”.

Moradores e comerciantes descontentes
“Esta situação prejudica em muito o comércio local e principalmente as pessoas idosas”, lamenta Laura Cruz, proprietária de uma mercearia em Porto Alto, alertando também para o facto de a população não se ter unido contra o encerramento da agência, como acontece noutras localidades.
Outra comerciante, Lina Ferreira, diz que a situação vai afectar o negócio, que subsiste, essencialmente com pessoas idosas, que agora se queixam de “não terem onde ir receber as reformas”. A octogenária, Maria Alice, moradora em Porto Alto, diz ter sido apanhada de surpresa pelo comunicado do encerramento definitivo. Agora diz ter de passar a recorrer à ajuda de uma neta para ir receber a sua reforma à agência de Samora Correia.
O MIRANTE contactou a Caixa de Crédito Agrícola Mútuo de Salvaterra de Magos, administradora deste balcão, mas até ao fecho desta edição não recebeu qualquer resposta.

Freguesia de Samora Correia perde três agências bancárias em dois meses

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...

    Capas

    Assine O MIRANTE e receba o Jornal em casa
    Clique para fazer o pedido

    Destaques