uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
José Josué com os dias contados à frente do Hospital de Santarém
José Josué entrou pela primeira vez para a administração do Hospital de Santarém em 1994

José Josué com os dias contados à frente do Hospital de Santarém

Processo de nomeação da nova administração está em curso e já há nomes apontados, como o da ex-deputada socialista e ex-governadora civil Sónia Sanfona, actualmente vereadora na Câmara de Alpiarça.

Edição de 21.06.2018 | Sociedade

A administração do Hospital Distrital de Santarém, há largos anos liderada por José Josué, está de saída, encontrando-se a decorrer o processo de nomeação da nova equipa dirigente. Para já é dada como certa a entrada da jurista de Alpiarça e ex-deputada socialista Sónia Sanfona para vogal executiva e a de Ana Infante, administradora hospitalar em Lisboa, para presidente do conselho de administração.
São também apontados para o conselho de administração os nomes de Paulo Sintra como representante dos médicos e de João Formiga como representante dos enfermeiros. Os nomes da nova administração terão ainda que ser validados pela CRESAP - Comissão de Recrutamento e Selecção para a Administração Pública, pelo que o processo ainda não está fechado.

Administração contestada por autarcas
É o fim de uma longa ligação de José Josué ao Hospital de Santarém, iniciada em 1994, que nos últimos anos foi alvo de contestação por parte de utentes, profissionais de saúde e de autarcas da região, como o presidente da Câmara de Santarém, Ricardo Gonçalves (PSD), e o presidente da Comunidade Intermunicipal da Lezíria do Tejo (CIMLT) e da Câmara de Almeirim, Pedro Ribeiro (PS).
Em Junho de 2016, Pedro Ribeiro pediu mesmo que a administração do Hospital de Santarém se demitisse e que se esta não o fizesse por sua livre iniciativa, então o ministro da Saúde devia exonerar a equipa liderada por José Josué.
Em causa, segundo Pedro Ribeiro, estava a passividade e incapacidade da administração, relativamente às obras do bloco operatório, que esteve fechado várias vezes por falta de condições. Refira-se que as obras no bloco operatório ainda não estão concluídas devido a complicações com o visto do Tribunal de Contas, como temos dado conta em anteriores edições.
José Josué está como presidente do conselho de administração ininterruptamente desde Janeiro de 2006. Tinha desempenhado as mesmas funções no segundo semestre de 2005 e, entre Agosto de 1994 e Dezembro de 2002, assumiu o cargo de administrador-delegado na mesma unidade hospitalar.
Com 64 anos, licenciado em Economia e com pós-graduação em Administração Hospitalar, José Josué foi ainda presidente do conselho de administração do Centro Hospitalar Médio Tejo entre Abril e Junho de 2005 e vogal executivo do conselho de administração, de Dezembro de 2002 a Abril de 2005. Iniciou a sua carreira na área da gestão hospitalar no Hospital Distrital de Setúbal, em 1987.
O MIRANTE contactou José Josué para lhe perguntar se já há data prevista para a cessação de funções da actual administração e se tem ideia de por onde passa o seu futuro profissional, não tendo obtido respostas às questões por parte do presidente do conselho de administração do HDS.

José Josué com os dias contados à frente do Hospital de Santarém

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...

    Capas

    Assine O MIRANTE e receba o Jornal em casa
    Clique para fazer o pedido

    Destaques