uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Benavente encheu-se de gente para mais uma Festa da Amizade
Gabriel Lopes da Silva

Benavente encheu-se de gente para mais uma Festa da Amizade

As provas de condução de cabrestos e a picaria à vara larga foram mais uma vez muito participadas

Edição de 05.07.2018 | Sociedade

A Festa da Amizade - Sardinha Assada em Benavente juntou milhares de pessoas nas ruas da vila. Entre música, desfiles, largadas de toiros, muita sardinha, pão e vinho, cumpriu-se meio século de festa na vila, entre os dias 28 e 30 de Junho.
No sábado, 30 de Junho, a Comissão da Picaria organizou as provas de condução de cabrestos e bois da guia e a picaria à vara larga para campinos e cavaleiros amadores, na zona ribeirinha daquela vila. Atrás das tronqueiras aguardavam centenas de pessoas entusiasmadas para ver entrar os jogos de cabrestos e os toiros bravos no recinto.
A equipa de campinos, liderada por Gabriel Lopes da Silva saiu vencedora, pela terceira vez consecutiva, das provas de condução de jogos de cabrestos. E como em equipa que ganha não se mexe, os cinco campinos que a compõem são “quase sempre os mesmos”. Para além de Gabriel Lopes da Silva, formam a equipa Joaquim Lopes da Silva, Rui Silva, Luís Rocha e Francisco Inês.

“Não me lembro de passar um dia sem ver um toiro”
Para se vencer uma prova destas é preciso um pouco de sorte, mas o essencial é a experiência. No caso de Gabriel Lopes da Silva, da Casa Agrícola Herdeiros de Manuel José Silva da Úrsula, a experiência com o gado tem quase tantos anos, quantos os 46 que tem de vida. “Nasci cá dentro, a lidar com cavalos, vacas e toiros. Toda a vida trabalhei como campino, juntamente com o meu pai e irmãos e não me lembro de passar um dia sem ver um toiro”.
Natural de Santo Estêvão (Benavente), desde os 13 anos que participa nesta “festa onde as famílias se juntam nas ruas para comer sardinhas e conviver”. Impensável seria para este campino passar uma Festa da Amizade sem picaria. “Não há Festa da Amizade sem picaria. Isto não pode acabar de maneira nenhuma. Aqui em Benavente temos uma afición fora do comum”, afirma.

Benavente encheu-se de gente para mais uma Festa da Amizade

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...

    Capas

    Assine O MIRANTE e receba o Jornal em casa
    Clique para fazer o pedido

    Destaques