uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Pela restauração da antiga designação de Ribatejo 

Edição de 12.07.2018 | O MIRANTE dos Leitores

Permitam-me que fale do nosso Ribatejo. Foi criado há mais de 100 anos como Província do Ribatejo e com um “Governo Civil”. Mais tarde passou a designar-se por Distrito do Ribatejo, sempre com Governo Civil. Depois do 25 de Abril de 1974 beneficiámos com a democracia e a liberdade. E passados 40 anos o dito corpo “Governo Civil” foi apeado, desactivado, tudo por incompetência política. Não souberam ou não quiseram aproveitar, após o 25 de Abril, as potencialidades que os 18 Governos Civis de todo o país, ofereciam.
Julgo que a regionalização estava e continua bem feita. Só falta a tal descentralização de competências para o poder local. Ontem já era muito tarde. É só populismo e nada mais. A culpa é minha e de todos os eleitos do Distrito do Ribatejo. Primeiro há que acabar já com as designações como Lisboa e Vale do Tejo, que dividem o Ribatejo. Não podemos perder a identidade ribatejana.
Na minha óptica de cidadão democrata julgo conveniente que todos os nossos representantes nas câmaras, juntas de freguesia e noutros serviços, tais como saúde, educação, agricultura, florestas, protecção civil e industrial...tudo o que for para o desenvolvimento do nosso distrito, devem ser escolhidos pelos eleitores, nascidos e residentes em cada concelho. Acabar com todas as caravanas dos partidos políticos que andam a gastar dinheiros públicos.
Larguem as gravatas, arregacem as mangas, deixem-se de gritos na Assembleia da República. Respeito é muito importante. Democracia e Liberdade sem responsabilidade é o que se vê diariamente na imprensa e televisão.
José Carreira Mendes - Marinhais

Nota da Redacção: O Ribatejo foi uma província histórica de Portugal instituída pela reforma administrativa de 1936 através da excisão de 22 municípios anteriormente pertencentes à província da Estremadura. Integrava 2 concelhos do distrito de Lisboa (Azambuja e Vila Franca de Xira), 2 do distrito de Setúbal (Alcochete e Montijo), 1 do distrito de Portalegre (Ponte de Sor) e todo o distrito de Santarém(excepto os concelhos de Mação e de Ourém). Os Governos Civis foram extintos em 2011.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...

    Capas

    Assine O MIRANTE e receba o Jornal em casa
    Clique para fazer o pedido