uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Novo quartel da GNR em Pernes volta à agenda política
O posto da GNR já esteve provisoriamente em instalações da junta de freguesia

Novo quartel da GNR em Pernes volta à agenda política

Autarcas consideram que a reivindicação volta a fazer sentido com a recente instalação na vila, em condições provisórias, do Grupo de Intervenção de Protecção e Socorro.

Edição de 12.07.2018 | Sociedade

A Câmara de Santarém vai voltar à carga junto do Ministério da Administração Interna no sentido de conseguir um novo posto da GNR para a vila de Pernes, onde desde o início de Junho, e pelo menos durante um ano, está activa uma equipa de 23 elementos do Grupo de Intervenção de Protecção e Socorro (GIPS) da GNR, sedeada no quartel de bombeiros local.
A instalação provisória desse dispositivo operacional helitransportado, que entre outras missões actua como primeira intervenção em fogos florestais, recolocou na ordem do dia a necessidade de novas instalações da GNR na vila, com o presidente da Câmara de Santarém, Ricardo Gonçalves (PSD), a referir a “necessidade de recuperar esse projecto”. O autarca considera importante dotar a GNR de melhores condições e fazer o possível para que essa equipa do GIPS fique em permanência no concelho.
Ricardo Gonçalves disse na última sessão da assembleia municipal que já pediu uma reunião ao Ministério da Administração Interna onde pretende afirmar que todas as forças políticas com assento nos órgãos autárquicos do concelho querem que esse projecto avance finalmente.
O assunto foi levantado na assembleia municipal por Afonso Silveira (CDU) que além de fazer um historial sobre as instalações da GNR na vila, referiu que a instalação do GIPS em Pernes renova e reforça a reivindicação de um novo quartel. “É uma mais valia termos este dispositivo de forma permanente”, afirmou.

GNR com a casa às costas
O posto da GNR de Pernes está desde 2009 instalado numa casa de dois pisos cedida gratuitamente por um particular, depois de ter ocupado temporariamente parte da sede da junta de freguesia e camaratas dos Bombeiros Voluntários de Pernes, devido à manifesta degradação das instalações que acolheram os militares durante aproximadamente quarenta anos.
Há cerca de vinte anos, a Câmara Municipal de Santarém comprou um terreno para a construção de um quartel da GNR em Pernes que chegou a ter verbas inscritas no já extinto Programa de Investimentos e Despesas de Desenvolvimento da Administração Central (PIDDAC), mas a obra nunca avançou.

Novo quartel da GNR em Pernes volta à agenda política

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...

    Capas

    Assine O MIRANTE e receba o Jornal em casa
    Clique para fazer o pedido