uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Faleceu César Silva Augusto, figura do associativismo em Marinhais
César Silva Augusto tinha 84 anos

Faleceu César Silva Augusto, figura do associativismo em Marinhais

Morreu quando se encontrava à pesca com amigos na Vala Nova, em Benavente

Edição de 03.08.2018 | Sociedade

César Silva Augusto, de 84 anos, natural e residente em Marinhais (Salvaterra de Magos), faleceu na sexta-feira, 27 de Julho, na sequência de uma queda na Vala Nova, em Benavente, para onde tinha ido pescar. As causas da morte ainda estão por apurar.
O acidente aconteceu depois de César Augusto se afastar do grupo de amigos, com quem estava à pesca da enguia, para procurar uma sombra. Segundo fonte oficial da GNR foram afastados indícios de crime. Quando os meios de socorro chegaram ao local fizeram tentativas de reanimação, mas o octogenário já se encontrava sem vida, tendo sido declarado o óbito no local.
César Silva Augusto, agricultor reformado, tinha na pesca uma das suas paixões. Casado com Maria Emília Vaz Neves teve três filhos, cinco netos e dois bisnetos. Foi um homem ligado ao associativismo, impulsionador de muitas actividades, entre outras, as Festas de S. Miguel Arcanjo, o Carnaval e as obras da Capela de Marinhais.
Nas palavras da sua neta mais velha, Diana Cardoso, o seu avô era uma pessoa alegre e divertida e conhecido por ser um exímio contador de histórias. “Onde ele chegava não havia tristeza. Marinhais perdeu um amigo e um grande homem e fica, sem dúvida, mais pobre”, diz a O MIRANTE.
O funeral de César Silva Augusto realizou-se na tarde de terça-feira, 31 de Julho, em Marinhais.

Faleceu César Silva Augusto, figura do associativismo em Marinhais

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...