uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Não houve empresas interessadas na requalificação da Várzea Grande
Várzea Grande tem sido o palco habitual da Feira de Santa Iria

Não houve empresas interessadas na requalificação da Várzea Grande

Concurso público lançado pela Câmara de Tomar ficou deserto. Presidente do município quer avançar com novo concurso, mesmo que isso atrase mais a obra.

Edição de 03.08.2018 | Sociedade

O concurso público para a empreitada de requalificação da Várzea Grande, junto ao Tribunal de Tomar e local onde se costuma realizar a Feira de Santa Iria, ficou deserto, não tendo sido apresentada qualquer proposta. A informação foi dada pela presidente da Câmara de Tomar, Anabela Freitas (PS), em resposta a uma questão do vereador Luís Ramos (PSD), que quis saber qual o motivo pelo qual o concurso ficou deserto depois de ter sido lançado a 15 de Junho. “Infelizmente, é uma situação normal, não acontece só no nosso concelho. As empresas consideraram o preço-base da empreitada, cerca de 2,5 milhões de euros, baixo”, explicou.
Anabela Freitas afirmou que a maioria socialista está a estudar o que fazer: avançar com um ajuste directo ou lançar novo concurso público com um novo valor para a empreitada. A autarca defendeu esta última opção. “Prefiro lançar um novo concurso sabendo que vai atrasar bastante a obra do que estar a avançar com um ajuste directo de um valor tão elevado”, realçou.
A obra de requalificação da Várzea Grande prevê a criação de 210 lugares de estacionamento nas zonas laterais e em redor do tribunal da cidade. Está também previsto um parque para autocarros na zona sul da placa central, em frente ao terminal da Rodoviária.
O espaço vai ter novas árvores, sendo que todas as árvores existentes vão ser abatidas e serão plantadas novas. Vai ser colocada nova iluminação e também vai ser criada uma nova ciclovia, uma paragem de autocarros, colocação de bancos, papeleiras e bebedouros e vão ainda ser criados dois percursos pedonais nos lados nascente e poente da Várzea Grande. Está ainda prevista a criação de uma rotunda junto à estação do caminho-de-ferro, local onde vai ser instalado o monumento ao soldado desconhecido, com o arranjo da zona envolvente.
Dentro do projecto também está incluída a renovação do adro junto ao Convento de São Francisco; a criação de sanitários públicos junto à antiga abegoaria e a criação de uma zona que permitirá o carregamento de viaturas eléctricas.

Concursos desertos reflectem estado do sector da construção

Têm sido vários os casos de concursos públicos lançados por municípios da região que têm ficado desertos por falta de interesse das empresas de construção e obras públicas, a quem nos últimos tempos não tem faltado trabalho. Foi o que aconteceu com o concurso para as empreitadas de requalificação dos mercados municipais de Alcanena e de Alpiarça e da escola básica e jardim-de-infância do Vale de Santarém, em que os respectivos municípios tiveram que lançar novos procedimentos e, nalguns casos, rever o preço-base da empreitada para tentar encontrar empresas interessadas.

Não houve empresas interessadas na requalificação da Várzea Grande

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...