uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Uma praga de baratas põe em risco saúde pública em Samora Correia
Samora Correia e Porto Alto são dois locais onde a praga de baratas é mais sentida pelas populações

Uma praga de baratas põe em risco saúde pública em Samora Correia

Há relatos de moradores que nos últimos dias acentuam a praga de baratas nas suas casas

Edição de 17.08.2018 | Sociedade

O balanço dos primeiros trabalhos de desbaratização e desratização que estão em curso na freguesia de Samora Correia, concelho de Benavente, não são animadores: os técnicos estão a encontrar “números anormais de baratas”, em grandes concentrações, que estão a tornar mais difícil a operação.
A informação foi avançada pelo presidente do município, Carlos Coutinho (CDU), na última reunião pública de câmara, depois de questionado pelo vereador Pedro Pereira (PS) sobre o ponto de situação da campanha de desbaratização. “A intervenção está em curso e para já os serviços têm encontrado um número anormal de baratas. Está a ser feito um trabalho exaustivo, em particular nas caixas de esgoto. Há três semanas que estamos em Samora Correia e Porto Alto e a seguir iremos intervir em Benavente”, explica o autarca.
Na última semana houve relatos de moradores que, subitamente, começaram a ver dezenas de baratas a subir pelos seus ralos do esgoto, baratas que estavam em fuga do veneno que estava a ser aplicado na rua. “Deviam avisar as pessoas quando aplicam o veneno, para podermos tapar os ralos e não as deixar sair”, explica Fernanda Dias, moradora, a O MIRANTE.
As operações em curso estão a ser feitas em sintonia entre a Câmara de Benavente e a empresa intermunicipal Águas do Ribatejo, gestora da rede de saneamento básico. Os trabalhos em curso tiveram início a 16 de Julho e vão percorrer toda a rede nos arruamentos da freguesia de Samora Correia, seguindo-se depois a mesma operação em Benavente, Barrosa e Santo Estêvão.
As operações estão a ser dirigidas por uma empresa especializada e certificada que está, segundo a Águas do Ribatejo, “a pulverizar todas as caixas de visita dos colectores com gel insecticida próprio para eliminar as baratas e prevenir a sua reprodução no interior das condutas”. Em simultâneo, é colocado isco rodenticida para eliminar ratos e ratazanas.

Uma praga de baratas põe em risco saúde pública em Samora Correia

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...