uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Jovens da Carregueira trabalham por gosto à freguesia
Jovens da Carregueira trabalham por gosto à freguesia

Jovens da Carregueira trabalham por gosto à freguesia

Duas dezenas de rapazes e raparigas estão a dar o exemplo por uma terra melhor. Uma das iniciativas do campo de férias, promovido pela junta de freguesia, é transformar uma cabine telefónica numa biblioteca. Os jovens estão entusiasmados com o trabalho de cuidar da terra e a localidade do concelho da Chamusca agradece.

Edição de 31.08.2018 | Sociedade

São duas dezenas os jovens, dos 15 aos 22 anos, que limpam, lavam, pintam e melhoram a imagem dos espaços públicos da freguesia da Carregueira e da localidade do Arripiado, no concelho da Chamusca. Estão a participar no campo de férias “Junta Jovem”, promovido pela junta de freguesia local, e já dão nas vistas pelo trabalho que têm realizado.
Margarida Carlos, 21 anos, acabou a licenciatura em Serviço Social e como está de férias juntou-se ao projecto porque “quer fazer parte e ajudar a comunidade”. A sua função é restaurar uma cabine telefónica que se vai transformar numa mini biblioteca e colocada à disposição da população no jardim da junta.
Foi Margarida e o seu companheiro de trabalho, Duarte Dias, que foram bater às portas e pedir os livros. “As pessoas têm aderido muito bem e disponibilizaram logo vários livros e alguns até vêm trazê-los directamente. O que queremos com a cabine de leitura é promover os hábitos de leitura, sejam jovens ou menos jovens”, conta. Para já conseguiram juntar cerca de 80 livros.
Duarte Dias, 18 anos, participa na iniciativa pela segunda vez. Decidiu juntar-se ao projecto “para não estar todo o dia fechado em casa e ao mesmo tempo fazer coisas úteis para a comunidade”. Duarte conta que no ano passado passaram mais tempo na reconstrução de algum património de freguesia desde pintura de pontes, fontes entre outras pinturas e arranjos.
“Este Verão acho que o projecto ainda está mais dinâmico porque estamos a fazer a cabine de leitura e estamos também a requalificar o jardim-de-infância. Acho que é um bom contributo por parte dos jovens requalificar os espaços da localidade para todos os podermos usar”. Duarte admite que ficou “um pouco céptico no início porque o projecto era um pouco mais arrojado este ano porque não estamos só a arranjar mas sim a construir coisas”.
Duarte Dias sente orgulho pelo dever cumprido e quando as pessoas começarem a utilizar o equipamento ainda mais orgulhoso vai ficar. “Toda a população sente orgulho e até já aconteceu estarmos a pintar uma ponte e os mais velhos virem-nos oferecer melancias como forma de recompensa e de agradecimento e assim sentimo-nos todos ligados, mais velhos com mais novos”.
“Já começa a ser um hábito vermos espaços públicos vandalizados e com este projecto os jovens sentem que o património da freguesia também é um pouco deles porque foram eles que o requalificaram. E são eles que vão cuidar das coisas e dizer aos amigos para não estragarem os equipamentos públicos”, explica o presidente da Junta de Freguesia da Carregueira, Joel Marques.
O autarca afirma que esta iniciativa retira dos jovens aquilo que de melhor têm, como o espírito de equipa, o orgulho e o sentido de responsabilidade. “Não tenho dúvidas nenhumas que estes meninos não têm problema nenhum em chegar-se à frente e tentar resolver os problemas da sua terra e não ficar só a dizer mal de tudo”.
Há algumas indicações da junta, mas são os participantes que dão azo à sua imaginação e criatividade e são eles que decidem que desenhos pintar nos armários técnicos, dos candeeiros do jardim, pontes e até a fonte junto às instalações da junta.

Duarte Dias e Margarida Carlos são responsáveis pela cabine de leitura
Jovens da Carregueira trabalham por gosto à freguesia

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...