uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
O mágico que já actuou para a equipa do Benfica

O mágico que já actuou para a equipa do Benfica

Adrien Lochon, 33 anos, é programador informático mas tem no ilusionismo uma das suas paixões. O jovem natural de França dá ainda uma ajuda à sua esposa na pastelaria “Doce Saudade”, em Torres Novas, passando os dias entre computadores, bolos e cartas.

Edição de 06.09.2018 | Identidade Profissional

Adrien Lochon, 33 anos, já em criança gostava de fazer truques de magia aos seus amigos no recreio da escola. A paixão pelo ilusionismo cresceu com ele e continua a fazer parte da vida do programador informático que trabalha numa empresa em Vila Moreira, concelho de Alcanena. Mestre também na arte de desdobrar o tempo, ainda consegue dar uma mãozinha na pastelaria “Doce Saudade”, em Torres Novas, propriedade da esposa, o jovem natural de França passa os dias entre computadores, bolos e cartas.
Actualmente a fazer um espectáculo de magia por mês em Lisboa e a actuar nos meses de Inverno no bar “Vento dos Séculos”, em Torres Novas, são muitas as histórias que Adrien guarda carinhosamente no seu baú de memórias. Uma vez, conta, “ainda quando trabalhava em Lisboa, actuei num hotel na Costa da Caparica para a equipa principal do Sport Lisboa e Benfica. Na altura, os jogadores quando chegavam atrasados ao treino, costumavam dar cem euros. Depois, juntavam tudo e faziam um grande jantar”.
Nascido em Paris e criado em Casal de Saramago, Alcanena, Adrien Lochon foi sempre uma criança curiosa e muito sociável, tanto que ainda hoje gosta de se meter com tudo e com todos. Apoio foi o que nunca faltou ao jovem por parte da mãe, professora de francês num instituto de línguas em Alcanena, e do pai, motorista de pesados de mercadorias. “Os meus pais sempre foram muito criativos e apaixonados pelas artes e eu fui beber um pouco desse gosto”, confessa o jovem, recordando que, quando era criança, sempre participou nas peças de teatro da sua escola.
Fez os estudos nas escolas de Filhós e Alcanena até que chegou a altura de ingressar na universidade e foi aí que decidiu seguir informática. “Ainda estive na dúvida se devia seguir artes, mas optei pela parte mais técnica. É que além de gostar de videojogos não me via a trabalhar nas artes”, explica o jovem que tirou mestrado em Engenharia Informática no ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa.
Adrien Lochon ainda esteve três anos a trabalhar na área da programação numa empresa de Lisboa, mas a vontade de estar mais perto da família falou mais alto e decidiu candidatar-se para uma empresa informática em Vila Moreira. “Na altura, tive sorte porque a empresa estava a precisar de técnicos e aceitou-me logo”, conta, explicando que as suas tarefas passam pela manutenção de sites e aplicação de telemóveis.
Casado e sem filhos, Adrien Lochon passa os seus dias em frente a um computador, ao balcão a ajudar no atendimento ao público no negócio da sua esposa, Sónia Prates, e a fazer espectáculos de magia. “Tenho muito pouco tempo para descansar. Mas quando tenho costumo aproveitar não só para me actualizar a nível da magia, mas também para conversar em chats com mágicos de todo o mundo. É uma forma de partilharmos experiências e melhorarmos as nossas performances”, adianta.
E se nunca meteu as mãos na massa e ajudou a mulher a fazer bolos, quanto à magia a história é outra. “Durante muitos anos fazia apenas uns truques com cartas e moedas. Mas, a partir de 2012, profissionalizei-me e comecei a fazer espectáculos mais assiduamente”, refere o jovem que actua em casamentos, baptizados, restaurantes e bares.

O mágico que já actuou para a equipa do Benfica

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...