uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Casas de banho públicas de Arcena só em horário de expediente

Casas de banho públicas de Arcena só em horário de expediente

Alguns moradores criticam a mudança de horário e o estado em que se encontram as instalações

Edição de 03.10.2018 | Sociedade

Alguns moradores de Arcena, freguesia de Alverca do Ribatejo, concelho de Vila Franca de Xira, estão descontentes com o novo horário das casas-de-banho públicas, que passaram a funcionar apenas durante o período laboral da funcionária da junta de freguesia, que detém a chave, ou seja, entre as 9h00 e as 17h00, de segunda a sexta-feira.
Os sanitários, com cerca de 30 anos, foram construídos pela comissão de festas de S. Clemente, no Largo Dr. Jaime Dias Simão, e estão ao cuidado da junta de freguesia. Desde há três anos que a casa-de-banho masculina está encerrada ao público, depois de ter sido vandalizada.
Contactada por O MIRANTE, a junta de freguesia da cidade diz que a requalificação das casas de banho está para breve e que, até lá, apenas fica à disposição a casa de banho feminina. Carlos Gonçalves, presidente da Junta de Freguesia de Alverca e Sobralinho, diz que “se está a avançar para a recuperação” daquelas instalações e que, assim que a obra esteja concluída, a junta “vai disponibilizar uma chave a uma pessoa da população, que se ofereceu para desempenhar essa tarefa”, regressando ao antigo horário de funcionamento, entre as 8h00 e as 20h00, todos os dias da semana, incluindo aos feriados.
Entre os moradores surgem críticas à falta de interesse da junta em resolver a situação da casa-de-banho masculina, que se arrasta há vários anos. “Queremos uma solução rápida para o problema, não podemos continuar nesta situação. Se a funcionária não pode fechar a porta mais tarde, a junta devia entregar a chave a alguém da população”, vinca António Cachucho, morador.
Norberto Freitas, residente em Arcena, já chegou a oferecer-se para ficar com as chaves e poder praticar o antigo horário de funcionamento. Quem também se revolta com a situação é Manuel Simões, que mora em frente ao largo e a quem já pediram por diversas vezes para utilizarem a casa-de-banho de sua casa desde que está em vigor o novo horário.

Casas de banho públicas de Arcena só em horário de expediente

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...

    Capas

    Assine O MIRANTE e receba o Jornal em casa
    Clique para fazer o pedido