uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Ana Mata 

Ana Mata 

Directora de expansão, 40 anos, Century 21 Casas do Gótico

Edição de 04.10.2018 | Agora Falo Eu

Ler jornais é saber mais? Ler jornais é poder estar actualizada em termos de notícias.

Quantos verdadeiros amigos acha que tem? Os suficientes.

Fazem falta mais mulheres na política? Claro que sim, mas mulheres inteligentes.

Se vir alguém deitar lixo para o chão diz-lhe alguma coisa? Digo. De forma simples e simpática chamo-lhe a atenção para a atitude que acabou de ter.

Qual foi a sua maior extravagância? A minha maior extravagância foi a compra de um casaco de cabedal na Massimo Dutti.

Quais as qualidades que mais aprecia numa pessoa? Sinceridade, carácter e inteligência emocional.

Qual é o seu maior defeito? Considero-me muito persistente. Quando gosto e acredito chego a parecer teimosa.

Qual a promessa que fez a si próprio mais vezes no início de cada ano e que vai continuar a fazer porque ainda não conseguiu cumpri-la? Nenhuma. Tenho o hábito de quando tomo decisões as pôr logo em prática.

O que sente quando vê pessoas a pagar promessas de joelhos em Fátima? Quando vejo pessoas de joelhos a pagar promessas em Fátima sinto que existem outras formas mais saudáveis de se pagar promessas, usando o amor próprio e amor ao próximo

A justiça é igual para todos? A justiça do Homem ainda não.

Gosta de uma boa discussão? Gosto particularmente de conversar com pessoas inteligentes e de bom trato.

O que tem que fazer um homem para ser um verdadeiro homem? Respeitar-se a si e à sua parceira, de corpo e alma.

Alguma vez escreveu um poema? Sim, tenho por hábito colocar por escrito o que me vai na alma.

Sente que seria capaz de desempenhar o cargo de primeiro-ministro? Considero que sou uma boa mediadora em situações menos fáceis e sei dizer sim e não de forma assertiva. Sou atenta ao que se passa no país e no mundo e tenho uma visão particular com muita vontade de mudanças, por isso acho que seria capaz de ser uma boa primeira-ministra.

De quantas horas de sono precisa para acordar bem disposta? Em média, seis horas.

Qual a sua actividade preferida? Meditar.

Tem a profissão que gostaria de ter? Neste momento sim, embora goste de evoluir sempre.

Sabe o que anda a fazer neste mundo? A descobrir-me e a ajudar os outros na sua evolução também.

Subscrevia uma proposta para termos outro hino nacional? Existem situações mais importantes onde colocar o nosso tempo.

Este mundo está perdido? Nada se perde, tudo se transforma.

Durante quanto tempo é capaz de guardar um segredo? Para sempre, pois é para ser segredo.

Alguma vez sentiu orgulho em ser cidadã europeia? Sinto orgulho em ser portuguesa, com tudo o que isso possa significar.

Tem alguma superstição? Já tive muitas crenças que mais pareciam superstições e transformei-as em pensamentos verdadeiros para mim.

O que gostava de fazer e não faz para não cair no ridículo? Normalmente faço tudo o que me apetece, sem me preocupar com a opinião dos outros sobre mim, mas respeitando sempre os outros.

Era capaz de dar trezentos euros por uns sapatos? Sim, se achasse que valia a pena. Mas para tal teria de ter bastante disponibilidade financeira.

Ana Mata 

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...

    Capas

    Assine O MIRANTE e receba o Jornal em casa
    Clique para fazer o pedido

    Destaques