uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Margarida Arcanjo cumpre o sonho de lançar o primeiro disco
Margarida Arcanjo deu a conhecer na biblioteca de Vila Franca de Xira vários temas do seu novo disco - Foto - Pedro Oliveira

Margarida Arcanjo cumpre o sonho de lançar o primeiro disco

Fadista apresentou a obra na Fábrica das Palavras, em Vila Franca de Xira.

Edição de 10.10.2018 | Cultura e Lazer

A jovem fadista vilafranquense Margarida Arcanjo concretizou o sonho de lançar o seu primeiro disco – “des.tino” - e fê-lo na Fábrica das Palavras em Vila Franca de Xira, no sábado, 29 de Setembro. Perante casa cheia, Margarida deu a conhecer vários temas do álbum, acompanhada por três outros músicos. Ao palco subiram também quatro convidadas para partilhar histórias de vida, já que parte da verba proveniente da venda do disco se destinou à Associação Imprescindíveis em Acção.
Margarida Arcanjo começou a cantar aos 14 anos e a sua veia fadista revelou-se aos 18 anos num karaoke entre amigos. Em entrevista a O MIRANTE, em 2009, contava que ter alma de fadista é sentir tudo aquilo que se está a cantar.
Aos 14 teve a sua primeira actuação numa banda e dois anos mais tarde ingressou no Conservatório Regional Silva Marques em Alhandra, onde começou a desenvolver a técnica vocal. A música sempre esteve presente na sua vida. Ia fazendo várias actuações numa escola da cidade onde tinha formação musical e aprendeu a tocar órgão electrónico.
Com 18 anos começou a participar em karaokes pela zona de Vila Franca de Xira até que um dia resolveu experimentar cantar fado. Para surpresa do pai, a filha “até se desenrascava” na canção portuguesa e resolveu apresentá-la a Luísa Copa Pinto, uma conceituada fadista da cidade ribatejana.
Depois de uma actuação no restaurante “O Ginginha”, da poetisa Piedade Salvador, a jovem fadista nunca mais parou de cantar fado. “Canto coisas com as quais estou habituada a lidar no dia-a-dia, que são também as coisas que mais gosto”, revelava a fadista. Cantar é aquilo que Margarida Arcanjo mais gosta de fazer. “Sinto-me completa e preenchida. Não me falta nada. É o meu mundo. Através da música e das palavras que canto, consigo dizer muito daquilo que sinto”, confessa.

Margarida Arcanjo cumpre o sonho de lançar o primeiro disco

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...

    Capas

    Assine O MIRANTE e receba o Jornal em casa
    Clique para fazer o pedido

    Destaques