uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Pesadelo na Cozinha faz mais uma ‘vítima’ em Santarém

Pesadelo na Cozinha faz mais uma ‘vítima’ em Santarém

Programa televisivo arrasa restaurante da cidade que durante muitos anos foi um dos mais requisitados para casamentos e baptizados.

Edição de 10.10.2018 | Cultura e Lazer

Depois de, em Maio de 2017, gerar uma grande polémica pelo rol de críticas deixado à confecção da comida e ao serviço do então restaurante Tejá, entretanto encerrado, o programa televisivo Pesadelo na Cozinha, da TVI, fez uma nova vítima em Santarém: o já veterano restaurante Adiafa.
O estabelecimento situado no Campo Infante da Câmara foi durante muitos anos um dos mais requisitados para casamentos e baptizados, mas devido à passagem da Feira da Agricultura para o Centro Nacional de Exposições e à realização de cada vez menos touradas foi perdendo muita clientela. Por isso, a sua gestão viu no programa conduzido pelo polémico chef Ljubomir Stanisic uma oportunidade de se renovar e também de se promover. Mas o tiro parece ter saído pela culatra, tal a dimensão dos danos colaterais causados pela emissão do programa no dia 23 de Setembro.
Durante mais de duas horas assistiu-se a um verdadeiro Big Brother que deixou chocados milhares de espectadores que viram um verdadeiro escândalo na cozinha do restaurante junto à Praça de Touros de Santarém. Embora o Pesadelo na Cozinha seja um programa de entretenimento, com colaboração dos proprietários do restaurante, faz crer, mesmo aos mais incrédulos, que tudo aquilo que se vê e ouve no ecrã é pura realidade.
A linguagem usada durante o programa, a forma como os proprietários foram apanhados a dizerem mal de si próprios e dos seus empregados, os alimentos estragados, as confissões dos funcionários que atestaram a má gestão do espaço, a liberdade que o animador do programa teve para humilhar empregados e proprietários deve ter feito subir as audiências do programa.
O MIRANTE fez uma pesquisa sobre outros programas gravados nestas duas temporadas e a polémica instalou-se também em muitos deles. Alguns até foram obrigados a fechar por não conseguirem recuperar da má imagem deixada pelo programa. O Tejà, no jardim das Portas do Sol, em Santarém, está entre as vítimas.

Poucas mudanças no restaurante

Depois da passagem do chef Ljubomir Stanisic pelo restaurante e das sugestões apresentadas para a ementa, como sopa de melão ou croquetes de touro bravo, os proprietários do restaurante Adiafa retornaram, a pedido dos clientes, à ementa antiga. Ainda assim, referem, colocaram algumas inovações nos pratos, confeccionando-os de forma mais saudável.

Um espaço marcado pela tragédia

Aberto para ser um recinto provisório onde eram guardados os coches da Feira da Agricultura, só em 1971 é que os fundadores adaptaram o espaço para restauração de comida tradicional ribatejana. O filho dos fundadores, Aires Pinheiro, assumiu a liderança do restaurante há 21 anos, depois de uma sucessão de dramas na sua vida, como as doenças dos pais, o incêndio que destruiu por completo o restaurante e a morte do pai no dia seguinte à reinauguração.

Pesadelo na Cozinha faz mais uma ‘vítima’ em Santarém

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...

    Capas

    Assine O MIRANTE e receba o Jornal em casa
    Clique para fazer o pedido

    Destaques