uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Falta de transportes públicos na região é muito boa para a economia

Edição de 10.10.2018 | O MIRANTE dos Leitores

Não há praticamente transportes públicos rodoviários no distrito de Santarém. São poucos durante os dias da semana e são raríssimos aos fins-de-semana. Este problema tem vindo a agravar-se e percebe-se que poucos se interessem pelo assunto. Afinal, sem transportes públicos há muita gente a lucrar.
Lucra quem vende automóveis, porque só com carro é que alguém consegue deslocar-se, seja para o trabalho ou para ir a qualquer lado. Lucram os bancos e entidades de financiamento que emprestam dinheiro para compra de viaturas, lucram as oficinas e as empresas que vendem componentes para os automóveis, lucram as gasolineiras e lucra o Estado que arrecada mais receitas fiscais com o aumento de automóveis em circulação.
E se toda a gente lucra porque há-de o Estado investir no apoio a uma rede eficaz de transportes públicos? E a pouco e pouco faz cada vez menos sentido criá-la. Afinal quem já tem carro e se habituou às vantagens que ele dá em termos de horários, por exemplo, não vai prescindir dele para andar de autocarro.
Veja-se por exemplo o que aconteceu, por exemplo, com uma carreira que foi criada pela Rodoviária do Tejo, entre os hospitais do Centro Hospitalar do Médio Tejo (Torres Novas e Abrantes). Foi cancelada devido à falta de passageiros porque só foi criada quando todos os enfermeiros e auxiliares que trabalham por turnos já tinham comprado carro...pois claro!
Rolando Manuel de Freitas

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...

    Capas

    Assine O MIRANTE e receba o Jornal em casa
    Clique para fazer o pedido

    Destaques