uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Escola de Hotelaria de Fátima com novo pólo no Colégio de São Mamede
Arrendamento do Colégio de São Mamede será feito por dez anos

Escola de Hotelaria de Fátima com novo pólo no Colégio de São Mamede

INSIGNARE arrendou o imóvel para poder alargar a sua área de actuação já no próximo ano lectivo.

Edição de 07.11.2018 | Economia

A Direcção da INSIGNARE – Associação de Ensino e Formação vai arrendar as instalações do Colégio de São Mamede, para aí instalar um novo pólo da Escola Profissional de Hotelaria de Fátima (EHF). O objectivo é, segundo Luís Albuquerque, presidente da Câmara de Ourém, alargar a sua área de actuação e resolver o problema de falta de espaço na actual escola.
O anúncio foi feito na terça-feira, 30 de Outubro, em conferência de imprensa. “Um dia frio com uma notícia quente”, como referiu Carina Oliveira, directora da INSIGNARE. “O impacto regional da Escola de Hotelaria de Fátima é enorme. Tem sido assim ao longo dos anos e tem vindo a reforçar a sua marca do ponto de vista regional, muito fruto também da captação de alunos de vários concelhos limítrofes, pela qualidade dos cursos que ministra”, afirmou Luís Albuquerque.
O autarca acrescentou que as instalações que de momento a EHF ocupa, enquanto não garante financiamento para a construção do projecto que tem (com terreno adquirido), estão no limite dos alunos que consegue receber, cerca de 300, o que dificulta a gestão diária do espaço, sobretudo ao nível das áreas técnicas e de especialidade, como as cozinhas ou o laboratório de pastelaria.
O arrendamento provisório do Colégio de São Mamede, na totalidade das suas instalações, será feito por um período mínimo de 10 anos. As aulas no novo espaço devem ter início já no próximo ano lectivo 2019/2020, ano em que, pelas determinações relativas aos contratos de associação, o colégio ficará sem operação.
A escola e o colégio distam entre si, cerca de 4,9 quilómetros, e a nova localização é determinante também para cativar alunos provenientes da região de Batalha, Porto de Mós, Leiria e Alcobaça. “As fronteiras do concelho já não chegam para esta escola”, referiu o presidente da Câmara de Ourém.
Luís Albuquerque reforçou que “a INSIGNARE vai crescer a partir de Fátima. Não vai sair do Edifício dos Monfortinos, vai crescer a partir daí”.
De acordo com a Direcção da INSIGNARE (composta pela Câmara Municipal de Ourém, ACISO – Associação Empresarial Ourém-Fátima e CEF – Centro de Estudos de Fátima), foram estudados vários cenários, mas foi este que melhor conjugou os critérios: investimento, adaptações e alterações de edifício e proximidade.

Escola de Hotelaria de Fátima com novo pólo no Colégio de São Mamede

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...