uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
PSD de Santarém apreensivo com quebras registadas na actividade vitivinícola
Alguns agricultores registaram perdas de 25 a 50 por cento da produção - foto DR

PSD de Santarém apreensivo com quebras registadas na actividade vitivinícola

Partido visitou Adega Cooperativa de Alcanhões e vinhas de alguns produtores

Edição de 07.11.2018 | Economia

O PSD de Santarém está apreensivo com as consequências das quebras registadas na actividade vitivinícola do concelho. Em causa está a quebra de produção de uva que se registou a nível nacional, e também na região do Ribatejo, derivada das condições climatéricas adversas que se fizeram sentir nos primeiros dias de Agosto, com temperaturas a rondar os 50 graus centígrados.
A Comissão Política do PSD de Santarém realizou uma visita à Adega Cooperativa de Alcanhões e às vinhas de alguns sócios e viticultores dessa freguesia que depende fortemente dessa actividade. O PSD de Santarém solicita ao Governo que possa equacionar um apoio extraordinário a este sector nomeadamente com ajudas à contratação de técnicos para o apoio às culturas de menor dimensão e cooperativas; e também a viabilização de contratação de seguros de colheita para estas explorações, com preços adequados à dimensão dos produtores.
Os produtores explicaram que o extremo calor provocou um escaldão na uva, causando a seca imediata de alguns cachos, que se tornou irreversível nalgumas vinhas. Noutras ainda foi possível recuperar alguma produção com rega e tratamentos, o que aumentou os custos de produção.
“As quebras foram bastante acentuadas, registando uma perda na produção de uva de cerca de 25 por cento face à produção média registada nos anos anteriores. Em alguns casos houve produtores que tiveram quebras de produção de cerca de 50 por cento. Estes números vão reflectir uma redução no volume de vinho produzido, pondo em causa o rendimento do negócio”, explicaram Jorge Antunes e João Sardinha, colaborador e enólogo da Adega de Alcanhões, respectivamente.

PSD de Santarém apreensivo com quebras registadas na actividade vitivinícola

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...