uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Se os cidadãos não ajudam que culpa têm os políticos?

Edição de 07.11.2018 | O MIRANTE dos Leitores

O que o vereador da Câmara de Santarém Jorge Rodrigues diz, citado na última edição de O MIRANTE, é bem verdade. As campanhas de sensibilização para a importância da separação dos resíduos domésticos para reciclagem só servem para torrar dinheiro e para apaziguar a consciência de quem tem responsabilidades políticas e tem que tomar decisões. Porque os resultados dessas campanhas, infelizmente, não têm sido grande coisa.
Basta olhar para os nossos contentores do lixo e para as suas imediações para perceber que muita gente não se dá pura e simplesmente ao trabalho de separar os resíduos, de pôr o vidro no vidrão, o papel e cartão no papelão, o plástico e latas no ecoponto amarelo. É mais fácil meter tudo no mesmo saco e mandar para o contentor. Isto quando não deixam o lixo pura e simplesmente no chão, como se o espaço público fosse a sua pocilga.
Tal como em muitas outras situações, o português só entra nos eixos se lhe forem ao bolso. E é o que vai acontecer gradualmente. A taxa de resíduos sólidos urbanos vai subindo e vai subir mais porque a deposição do lixo em aterro custa muito dinheiro aos municípios. A Câmara de Santarém vai pagar cerca de um milhão de euros em 2018. Devido à insensatez, falta de civismo ou pura e simples javardice de alguns vão pagar todos pela mesma medida.
Ernesto Folgosinho

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...