uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Quem pensa que o Estado é capaz de apoiar todos os pobres não conhece a realidade

Situações de carência não são mais porque há cidadãos que não baixam os braços.

Edição de 26.12.2018 | Sociedade

A maior parte da ajuda aos mais carenciados já está a funcionar em rede para evitar duplicação de apoios mas ninguém tem o monopólio de ajudar a quem precisa e há muitos grupos de voluntários que funcionam autonomamente, na maior parte dos casos apenas com o apoio dos cidadãos em geral, supermercados, restaurantes e empresas. O desejo maior não é prender as pessoas aos apoios mas ajudá-las a tornarem-se autónomas e embora existam casos em que esse desejo se torna realidade, na grande maioria das situações a ajuda tem que ser permanente sob pena de a miséria se agravar e alastrar. Em época de Natal
O MIRANTE foi conhecer três instituições da região que apoiam pessoas carenciadas e descobriu que quem lhes recusa ajuda com o pretexto que essa função pertence ao Estado, está desfasado da realidade.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...