uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Estacionamento abusivo é dor de cabeça para moradores da Castanheira
Estacionamento abusivo está a prejudicar moradores que têm garagens na Rua Gago Coutinho na Castanheira do Ribatejo

Estacionamento abusivo é dor de cabeça para moradores da Castanheira

Quem tem garagem nem sempre consegue sair e entrar com os automóveis. Presidente da junta reconhece a existência do problema. Em causa está a falta de civismo dos condutores. Câmara diz que as autoridades é que devem agir para acabar com o problema.

Edição de 06.02.2019 | Sociedade

O estacionamento anárquico e em cima dos passeios na Rua Gago Coutinho, na Castanheira do Ribatejo, está a ser um problema para os peões e para os moradores que nem sempre conseguem entrar e sair com os seus automóveis das garagens.
A rua é estreita e de sentido único, um factor que também tem contribuído para o agravar da situação. Os carros parados abusivamente em cima dos passeios não são um problema apenas para os donos das garagens, mas também para as pessoas que andam a pé. Pessoas com carrinhos de bebé ou idosos com andarilhos são obrigados a andar pela estrada, fugindo dos carros que passam.
O problema não é novo mas está a ganhar dimensão depois de, na última semana, uma moradora ter sido atingida num braço pelo espelho de um carro que passava, depois de caminhar na estrada por causa do passeio estar ocupado por automóveis. João Rodrigues é um dos moradores da zona que passa tormentos sempre que precisa de tirar o carro da garagem. “Há dias não consegui entrar e tive de deixar o carro noutro lado. De manhã é sempre um problema, nunca sei se vou conseguir sair ou não. Há muito tempo que se devia arranjar uma solução para esta rua, fosse com pilaretes junto às garagens ou então outra solução qualquer”, lamenta.
Questionada, a Câmara de Vila Franca de Xira remete para a Guarda Nacional Republicana a resolução do problema, considerando que essa força policial deverá realizar as diligências necessárias para fazer cumprir o código da estrada.
Contactado por O MIRANTE o presidente da Junta de Freguesia de Castanheira e Cachoeiras, Luís Almeida (CDU), diz conhecer bem o problema e confirma que já deram entrada na junta queixas sobre o problema. Ele próprio já residiu naquela rua e sentia na pele os problemas agora relatados pelos moradores. “Na altura como tinha um carro pequeno conseguia sair mas se fosse hoje não dava”, recorda.
O autarca admite que a situação o preocupa e que estão a ser estudadas soluções. Uma delas passará por colocar um vaso de cimento junto à entrada da garagem mais problemática, no lote 19, para impedir o estacionamento nas proximidades e assim dar suficiente ângulo de viragem para os veículos. “O problema resume-se à falta de lugares de estacionamento. Se por um lado as garagens são boas porque retiram carros que de outra forma estariam na rua, também é verdade que impedir o estacionamento junto às garagens só irá agravar esses problemas”, analisa o autarca.

Estacionamento abusivo é dor de cabeça para moradores da Castanheira

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...