Sociedade | 13-12-2004 10:42

Mais de seis mil condutores sem carta entre Janeiro e Outubro

As brigadas da GNR detectaram, entre Janeiro e final de Outubro deste ano, mais de seis mil condutores nas estradas portuguesas sem habilitação legal para conduzir, noticia hoje o Diário de Notícias.De acordo com dados da GNR, até 31 de Outubro de 2004 foram registados 6.592 casos em todo o país, ou seja, mais 665 do que os verificados no ano anterior.

Deste total, 4.081 condutores guiavam veículos de quatro rodas e 2.511 de duas.Só nos distritos de Aveiro, Castelo Branco, Coimbra, Guarda e Viseu o número de casos detectados foi de 1.304, um número que tem vindo a aumentar.Em Aveiro foram feitas 838 detenções por condução ilegal, mais 84 que em 2003.A necessidade de mobilidade, a dificuldade crescente de se obter um título de condução e os custos associados, e a facilidade com que hoje se compra um carro em segunda mão são alguns dos factores que, segundo a polícia, pode levar ao aumento deste tipo de infracção.Apesar da maior fiscalização levada a cabo nas estradas portuguesas e do consequente aumento do número de casos detectados, Manuel João Ramos, da Associação de Cidadãos Auto-Mobilizados, diz que existem 300 mil pessoas a conduzir sem o respectivo título legal, em Portugal.O novo Código da Estrada, o Plano Nacional de Prevenção Rodoviária e a falta de recursos humanos da GNR são, segundo afirmou Manuel João Ramos ao DN, os factores responsáveis pelo aumento de condutores sem carta.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1360
    19-07-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1360
    19-07-2018
    Capa Vale Tejo