Sociedade | 13-12-2004 17:29

População de Abrantes vai ter acesso gratuito à Internet sem fios

A população do concelho de Abrantes vai poder aceder gratuitamente à Internet sem fios em três praças da cidade entre terça e sexta-feira, num projecto inédito apoiado pela Escola Superior de Tecnologias e pela autarquia.

Estudantes daquela escola estarão na Praça Raimundo Soares, na Praça Barão da Batalha e no Jardim da República munidos de comutadores portáteis, para incentivar a população a aceder e navegar na Internet.O projecto, da responsabilidade da empresa de tecnologia Alcatel, em parceira com a Tecnidata, está a ser organizado por alunos da Escola Superior de Tecnologias de Abrantes (ESTA), no âmbito do curso de Tecnologias de Informação e Comunicação.Segundo uma nota de divulgação da iniciativa, a Alcatel refere que o projecto visa "minimizar os efeitos da desertificação das cidades do interior do país, levando às regiões menos desenvolvidas, sobretudo a nível tecnológico, a possibilidade de aceder a todo o tipo de informação".Para Joaquim Pombo, professor de Tecnologias de Informação e Comunicação da ESTA, o projecto é importante, não só por permitir dotar os alunos da "capacidade de saber com", lema do curso que frequentam, mas também por aproximar a população das novas tecnologias.Acrescenta ainda "a possibilidade de dinamizar a cidade de Abrantes, contribuindo para o aumento das habilitações, competências e conhecimento da população", acrescenta o responsável.A inauguração dos "hot spots" nas três praças de Abrantes, às 16:00, seguir-se-á à assinatura de um protocolo entre a Alcatel e a direcção da ESTA (às 15:00), no âmbito do Alcatel University Program.Este acordo visa dotar as instituições de ensino superior com equipamentos de tecnologia avançada de última geração e permitir aos alunos daquela escola superior obter o diploma de engenheiros certificados Alcatel.A ESTA, escola do Instituto Politécnico de Tomar, foi recentemente distinguida com vários prémios, nomeadamente com os segundo e terceiro prémios de um Concurso de Projectos Inovadores, que, no final de Novembro, envolveu os institutos politécnicos e as escolas técnicas e profissionais da região.Um dos projectos distinguidos, de software com capacidade educativa, permite que as crianças desenvolvam competências ao nível do raciocínio lógico-matemático, cálculo de ângulos, noções de lateralidade e medida, promovendo a sensibilização e prevenção rodoviária e fornecendo noções para o contacto com a natureza e a sua preservação, segundo uma nota da ESTA.O outro projecto premiado, alvo de um protocolo com a Empresa de Manutenção Ferroviária, foi o designado "pórtico dinâmico", uma estrutura metálica que tem como objectivo o transporte de peças de comboio, como o motor (caixa redutora), para uma máquina de rectificação, designada por madrilhadora (máquina de rectificação).Na semana passada, a ESTA, que comemora cinco anos de existência, voltou a ser distinguida, desta feita com o prémio Educação, do Troféu António Botto, na Gala promovida pela Rádio Antena Livre, de Abrantes.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Médio Tejo