Sociedade | 23-12-2004 11:17

No Natal tudo tem mais luz

As principais cidades e vilas da região ficam mais coloridas e iluminadas com a aproximação do Natal. A maior parte das autarquias da região gosta de assinalar a quadra e não olha a despesas. Mas também há quem não ache os enfeites essenciais e diga que não tem dinheiro para gastar nisso. Em Abrantes a aproximação da quadra natalícia nota-se à distância. Uma gigantesca árvore de Natal com cerca de 103 mil lâmpadas aplicadas em quase três quilómetros de tubo luminoso vê-se a 25 quilómetros de distância. A ideia da câmara foi aproveitar a gigantesca antena de telecomunicações existente no alto de Santo António e transformá-la num aparatoso enfeite Natal, dos maiores do país.Há cerca de cinco anos a autarquia investiu cerca de 600 contos e a partir daí, anualmente, basta-lhe ir mudando as lâmpadas para manter a tradição e fazer da cidade um presépio. Um esforço que compensou, depois de inicialmente ter optado por contratar uma empresa privada para proceder à iluminação da estrutura. “Como era um investimento muito grande, a câmara optou por comprar e montar o seu próprio material. É uma coisa muito simples que se monta em dois ou três dias”, justifica a presidente do Centro Social do Pessoal do Município, Madalena Graça Vieira.Numa altura em que os cofres das autarquias não abundam em dinheiro, a solução adoptada por Abrantes acaba por se tornar bem menos dispendiosa do que a de contratar uma empresa especializada. Uma medida que é acompanhada por municípios como os de Torres Novas e Vila Nova da Barquinha, que também recorrem a material próprio para enfeitarem as ruas em vez de engordarem as contas de empresas privadas.Notícia mais desenvolvida na edição semanal.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1360
    19-07-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1360
    19-07-2018
    Capa Vale Tejo