Sociedade | 11-01-2005 10:31

Recluso que não regressou a Vale de Judeus promete entregar-se quarta-feira

O detido por triplo homicídio que não regressou ao estabelecimento prisional de Vale de Judeus, em Azambuja, após uma saída precária afirmou em entrevista hoje publicada no Correio da Manhã, que pretende entregar-se quarta-feira às autoridades através do Fórum Prisões."Estou na zona do Grande Porto e amanhã [hoje] vou estar entregue ao Fórum Prisões. Tenho de acertar os pormenores para me entregar quarta-feira na cadeia de Vale de judeus", afirmou Américo Pissareira, 33 anos, a este jornal.O recluso admitiu na mesma entrevista que se preparava para fugir com documentos falsos para Moçambique, país onde disse que o esperava um emprego. O recluso confirmou ainda estar armado, com uma pistola calibre 9mm, e admitiu usá-la até ao momento em que se vai entregar.Américo Pissarreira, que deveria ter-se apresentado em Vale de Judeus a 27 de Dezembro último, depois de lhe ter sido concedida uma saída precária durante o Natal, cometeu, entretanto, vários roubos na zona de Abrantes e Castelo Branco.O detido cumpre uma pena de 20 anos de cadeia pelo triplo homicídio de dois idosos e uma criança, reduzida por amnistias para 15 anos e oito meses, dos quais cumpriu até agora 12 anos e oito meses.Américo Pissarreira é um dos 12 reclusos que não regressaram às respectivas cadeias depois de lhes ter sido permitido passar o Natal em casa, segundo dados do Fórum Prisões.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Médio Tejo