Sociedade | 26-01-2005 17:26

Crimes contra o ambiente dão que fazer à GNR

Em 2004 foram registados no distrito de Santarém 353 atentados contra a Natureza e o Ambiente. O número faz parte das estatísticas do SEPNA – Serviço de Protecção da Natureza e do Ambiente. Um serviço específico da Guara Nacional Republicana (GNR). A estes dados juntam-se as ocorrências em Vila Franca de Xira e Azambuja, respectivamente 43 e 16 situações. A maior parte dos autos de contra-ordenação dizem respeito a descargas de resíduos em locais não permitidos, como as áreas florestais. No território do distrito de Santarém foram contabilizados no ano passado 203 casos. Nos concelhos de Vila Franca e Azambuja registaram-se 15 ocorrências. Só em Azambuja a equipa do SEPNA apanhou sete pessoas a descarregarem resíduos, sobretudo nos meses de Novembro e Dezembro. Com 41 ocorrências na região, a poluição de linhas de água aparece em segundo lugar como a infracção mais cometida. Há a destacar um caso em Alhandra (Vila Franca) e outro em Azambuja. Mas a maior parte das situações diz respeito a descargas poluentes para o rio Alviela, entre Alcanena e São Vicente do Paul (Santarém). Ainda em Dezembro último houve várias denúncias de descargas poluentes, alegadamente produzidas por vacarias que existem na zona.Preocupante também é a realização de aterros em lugares não licenciados. Reportagem alargada na edição semanal de O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1372
    10-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1372
    10-10-2018
    Capa Médio Tejo