Sociedade | 03-02-2005 11:03

Perigo na linha

Dezenas de comboios de mercadorias circulam ao fim de semana pelo Ribatejo sem serem sujeitos a qualquer vistoria. O Sindicato Nacional dos Trabalhadores do Sector Ferroviário alerta para o perigo de segurança na linha mas a CP garante que está tudo controlado.Desde Setembro que os comboios de mercadorias que circulam nas linhas do Norte e das Beiras deixaram de ser vistoriados pelos operadores de material adstritos à Unidade Tracção de Mercadorias e Logística (UTML) do Entroncamento. A decisão partiu da própria CP, através da emissão de uma nota interna.Os operadores, que até Setembro asseguravam as vistorias em todos os turnos, foram informados de que a partir desse mês não haveria trabalho de vistoria entre as 24 horas de sexta-feira e as zero horas de segunda-feira. Daí a redução de pessoal, com rescisões de contrato.Os funcionários da UTML são responsáveis pela verificação de todo o material circulante, desde suspensões, molas ou rodados. São eles também que verificam se a mercadorias vai bem acondicionada ou se há perigo de cair à linha ou soltar-se.Procedimentos que há quatro meses não são cumpridos e que podem fazer toda a diferença em termos de segurança. Os operadores dizem não se responsabilizar por qualquer acidente ferroviário durante sábados e domingos provocados por falhas no equipamento circulante.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1359
    11-07-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1359
    11-07-2018
    Capa Médio Tejo