Sociedade | 16-02-2005 16:43

Não há equipas para lidar com acidentes químicos

O distrito de Santarém não possui meios especializados para lidar com acidentes ambientais. Quando se registam acidentes com produtos químicos, como o que aconteceu a semana passada numa fábrica em Alpiarça, é preciso recorrer a equipas especializadas de outros pontos do país. Os bombeiros com formação especial que constituem as designadas UCLA – Unidade de Controle Ambiental – que se encontram mais perto do distrito estão em Lisboa, Setúbal ou Coimbra. No acidente de Alpiarça, em que houve uma fuga de cinco mil litros de ácido nítrico, foi preciso chamar a UCLA do Regimento de Sapadores de Lisboa (RSL).Foi também o RSL que teve que fazer mais de 60 quilómetros para intervir numa fuga de ácido clorídrico que ocorreu na fábrica da Rical, em Santarém, no dia 25 de Setembro de 2004. Na altura libertaram-se várias toneladas daquele produto químico. O derrame foi detectado por volta das 07h15 da manhã de sábado pelo segurança da fábrica que, de pronto, alertou as autoridades.Notícia mais pormenorizada na edição semanal de O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1380
    05-12-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1380
    05-12-2018
    Capa Médio Tejo