Sociedade | 16-02-2005 16:45

Soldado da GNR encontrado ferido no quartel

Um soldado da GNR encontra-se em estado crítico depois de, aparentemente, ter tentado suicidar-se com um tiro na cabeça no quartel em Santarém, disse esta quarta-feira à Agência Lusa fonte da Guarda Nacional Republicana.O soldado, com 27 anos, foi encontrado por um colega cerca das 08h40, tendo sido levado de imediato para o Hospital de Santarém, de onde foi transferido, cerca das 10:30, para o Hospital de Santa Maria, em Lisboa, com prognóstico reservado, segundo fonte hospitalar.O soldado, natural do Pego, concelho de Abrantes, encontra-se há dois anos a prestar serviço na secção de cinotecnia (treino dos cães), em Santarém, desconhecendo-se o que pode ter estado na origem da tentativa de suicídio, disse à Lusa a fonte da GNR.Segundo a fonte, o soldado esteve terça-feira de serviço, tendo pernoitado num dos quartos existentes no quartel, situado numa zona isolada, pelo que, disse, ninguém se apercebeu de nada de anormal.Quando o colega chegou, cerca das 08h40, estranhou ausência de resposta e foi quando o virou que se apercebeu do disparo que atravessou a cabeça, aparentemente feito com a arma de serviço, acrescentou a fonte.O soldado foi transportado numa ambulância do Instituto Nacional de Emergência Médica, dos Bombeiros Municipais de Santarém, uma vez que a Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) do Hospital de Santarém estava inoperante, disse à Lusa fonte dos bombeiros.Fonte do Hospital de Santarém confirmou este facto, dizendo à Lusa que a equipa que hoje de manhã deveria garantir o funcionamento da VMER está inactiva porque o médico que a deveria integrar está doente.Lamentando o facto, a fonte assegurou que, desde que entrou em funcionamento, a VMER do Hospital de Santarém só registou um por cento de inactividade.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1355
    13-06-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1355
    13-06-2018
    Capa Médio Tejo