Sociedade | 24-02-2005 17:27

Recluso de Alcoentre suicidou-se de madrugada

Um recluso do estabelecimento prisional de Alcoentre, Azambuja, suicidou-se hoje de madrugada, confirmou à agência Lusa fonte da Direcção Geral dos Serviços Prisionais (DGSP).O preso número 525 enforcou-se na sua cela entre as 03h00 e as 07h10, altura em que o corpo foi encontrado por um guarda prisional que efectuava a ronda.O recluso estava originalmente condenado a 11 anos de cadeia, mas há pouco tempo foi novamente levado a julgamento por outro crime, tendo o cúmulo jurídico sido fixado em 18 anos e meio de prisão.Segundo a DGSP, o recluso "tinha um comportamento normal" e "nada indicava que pudesse suicidar-se".A notícia foi avançada à agência Lusa por outro recluso daquele estabelecimento prisional, que afirmou que o suicídio ocorreu depois de terem sido negadas várias saídas administrativas pedidas pelo próprio para visitar o pai que se encontrava doente, uma informação não confirmada pela DGSP.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1369
    20-09-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1369
    20-09-2018
    Edição Vale Tejo