Sociedade | 25-02-2005 10:52

Parque subterrâneo tem 15 dias para abrir

O parque de estacionamento subterrâneo de Tomar pode passar para as mãos da autarquia se a concessionária do espaço não o abrir dentro de 15 dias. Caso isso aconteça o município terá de ressarcir a empresa do investimento ali efectuado. O presidente da Câmara de Tomar está convicto de que a Parque T, concessionária do parque de estacionamento subterrâneo, situado atrás dos Paços do Concelho, não irá aceitar a imposição do município para abrir o espaço no prazo de 15 dias.Tão convicto que estuda já vários modelos de financiamento, através do recurso à banca, para pagar à concessionária o investimento ali efectuado, uma imposição para a rescisão do contrato feito entre as duas partes em 2001.O recurso a financiamento externo deve-se ao facto de o município não ter feito qualquer cabimento orçamental para a possível compra do equipamento, já que nada fazia prever este desfecho quando foi aprovado o orçamento camarário. Mas, como diz o presidente, António Paiva (PSD), “perante situações extraordinárias têm de haver medidas extraordinárias”.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1372
    10-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1372
    10-10-2018
    Capa Médio Tejo