Sociedade | 27-02-2005 10:01

Curar bebedeiras com leite

Um professor de ioga quis exemplificar como uma bebedeira se cura com leite, mas na quinta-feira nenhum ébrio se apresentou no auditório da biblioteca de Tomar para servir de cobaia.É uma noite fria de Inverno. Um indivíduo entra num restaurante, aproxima-se do balcão e pede um copo de vinho. Um pedido que a empregada nega – “não lhe vendo nada, o senhor já vem tão bêbado”. Ele insiste, ela volta-lhe as costas. Alguém na sala diz a brincar - “bebe leite”. E o indivíduo não se faz rogado – “pagas-me uma selha que eu bebo”. Em cinco minutos o homem bebeu meio litro de leite frio e “apagou-se” – deitou a cabeça em cima do balcão e ali fica, imóvel, durante precisamente 21 minutos. Ao fim desse tempo levanta a cabeça, desencosta-se do balcão e, lúcido, começa a conversar como se nada se tivesse passado. Estava curado da bebedeira.O episódio levou um professor de ioga de Tomar a questionar o poder curativo do leite e a querer experimentá-lo junto da comunidade. Mas na quinta-feira, 17, ninguém alcoolicamente bem disposto apareceu no auditório da Biblioteca de Tomar para uma demonstração real.Mais desenvolvimentos sobre esta notícia na edição semanal de O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1381
    13-12-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1381
    13-12-2018
    Capa Vale Tejo