Sociedade | 05-03-2006 13:28

Alerta amarelo de mau tempo em Santarém e Lisboa

Os distritos de Santarém e Lisboa estão em alerta amarelo - situação de risco para determinadas actividades dependentes da situação meteorológica - durante o dia de hoje.Em comunicado, o Serviço de Bombeiros e Protecção Civil (SNBPC) apela aos condutores para que reduzam a velocidade e tenham "especial atenção aos lençóis de água que podem formar-se nas vias e à diminuição da visibilidade, que poderá aumentar o número de acidentes de viação".Até ao momento, há registo da destruição de uma vacaria que abrigava 450 animais em Monte Redondo, Leiria, e de várias estufas agrícolas atingidas pelos ventos fortes que afectaram a região.Até ao momento, há apenas registo de um ferido ligeiro, no concelho de Leiria, provocado pelo mau tempo que derrubou uma árvore de grande porte e destruiu parcialmente o telhado de uma casa habitada.Devido ao mau tempo registaram-se ainda, um pouco por toda a Região Centro, quedas de árvores, danos em telhados e inundações em lojas de habitações.Mas, segundo informações dos Centros Distritais de Operações de Socorro (CDOS), estes acidentes não provocaram quaisquer feridos.Segundo um responsável da Brigada de Trânsito da GNR, o vento forte prejudicou também as condições de circulação nas duas pontes de Lisboa, tendo sido limitada a velocidade na Vasco da Gama a um máximo de 80 km/hora.O SNBPC recomendou ainda o encerramento de portas e janelas e pediu que fossem retirados os objectos soltos de varandas e peitoris de janelas, alertando ainda para o perigo de estruturas como andaimes, toldos ou tendas poderem ser afectadas por rajadas de vento ou queda de árvores e postes.O Instituto de Meteorologia prevê ventos moderados a fortes nas regiões Centro e Norte de Portugal Continental, especialmente no litoral, com rajadas até 90 Km/hora, e vento forte a muito forte nas terras altas, com rajadas até 100 Km/hora".

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1360
    19-07-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1360
    19-07-2018
    Capa Vale Tejo