Sociedade | 10-03-2006 08:05

Agressor de GNR foi absolvido

O economista ucraniano que alegadamente agrediu um agente da GNR em Vialonga no dia 8 de Janeiro foi absolvido. O Tribunal de Vila Franca de Xira considerou que as contradições das declarações dos vários agentes envolvidos na operação não permitiram confirmar os factos de que o imigrante estava acusado.Segundo a acusação, o arguido terá feito uma manobra perigosa na variante de Vialonga e depois de perseguido por uma viatura da GNR agrediu um soldado que o tentava deter. O imigrante estava ainda acusado de ofensa física, coação sobre funcionário, injúrias e tráfico de menor gravidade, mas segundo o acórdão lido na segunda-feira não se provou nenhum dos crimes.A acusação referia que o condutor conduzia com 0,38g/l de sangue e tinha na sua posse cerca de 11 gramas de cannábis. Um agente da GNR de Vialonga sofreu traumatismos na mão e na perna e foi assistido no hospital, mas o colectivo não provou que as lesões foram causadas por agressão do arguido.O economista que trabalha como distribuidor já tem antecedentes criminais por condução sob o efeito de álcool.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1360
    19-07-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1360
    19-07-2018
    Capa Vale Tejo