Sociedade | 21-03-2006 10:37

“Ciclo da Violência” debatido em conferência na Expo-Criança

O ex-ministro da Justiça, Laborinho Lúcio, lembrou perante uma plateia de educadoras de infância, sociais e outros responsáveis, que a criança possui tantos ou mais direitos que qualquer cidadão.Durante a primeira conferência do “Ciclo da Violência”, integrada no programa da Expo-criança, que decorreu até domingo em Santarém, Laborinho Lúcio sustentou que a criança tem direito a brincar e direito à família, escola e comunidade. O direito ao tempo de ser criança está relacionado com a proibição do trabalho infantil; o direito de brincar não se cinge à ocupação de tempos livres. Todas as decisões sobre a criança devem ter em conta o seu superior interesse. Segundo Laborinho Lúcio honra e consideração pessoal não têm a ver com a idade de criança ou com a sua falta de percepção desses conceitos até a determinada idade.Saiba mais sobre esta notícia na edição semanal de O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1369
    20-09-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1369
    20-09-2018
    Edição Vale Tejo