Sociedade | 24-04-2006 16:31

Homenagem a Salgueiro Maia

A estátua de homenagem a Salgueiro Maia é recolocada esta terça-feira num espaço público da cidade de Santarém, no local onde o militar foi recebido pela população em 1974, após ter liderado o golpe que a 25 de Abril derrubou a ditadura do Estado Novo.

A estátua vai ser colocada pelas 16h30 num jardim que está a ser criado junto à entrada de Santarém para quem vem do Cartaxo pela Estrada Nacional 3 (EN3).No espaço, para além da imagem do capitão de Abril vai ser colocada também uma chaimite, representativa do papel que a Escola Prática de Cavalaria teve na chamada Revolução dos Cravos.Anteriormente, o monumento estava localizado junto a um veículo militar , no Largo Cândido dos Reis, mas as obras de requalificação do espaço durante o mandato anterior obrigaram à sua remoção para um armazém da Câmara.Aí ficou durante ano e meio até que o actual Executivo decidiu colocar a estátua no mesmo sítio onde Salgueiro Maia foi recebido pela população de Sant arém como herói popular da Revolução, quando regressava de Lisboa.A localização da estátua do militar que liderou a coluna que saiu da Escola Prática de Cavalaria foi objecto de polémica por parte dos partidos e associações locais, mas a autarquia decidiu colocar o monumento junto a um jardim.Segundo Francisco Moita Flores, presidente da Câmara de Santarém, este projecto, orçado em 90 mil euros, visa também homenagear o quartel militar que irá ser transferido no final do ano para Abrantes.O jardim é composto de "manchas de cravos vermelhos que simbolizam o 25 de Abril" mas serão também misturados com flores brancas, simbolizando a bandeira da cidade. Além disso, foi colocado um "arco, em estrutura metálica, que terá inscrito Santarém Capital da Liberdade", refere ainda o autarca.Esta inauguração é o ponto alto das comemorações do 25 de Abril na auta rquia, que ainda organizou uma visita guiada à Escola Prática de Cavalaria e ao Museu Salgueiro Maia. às 12:00, está prevista a actuação do pianista Miguel Braga, que interpretará "Grândola Vila Morena", seguindo-se um almoço com a população no quartel.Depois da inauguração do jardim, decorre na Igreja da Graça um encontro de coros para comemorar a efeméride que conta com a participação do "Choral Phydellius" (Torres Novas), do "Chorus Auris" (Ourém), "Canto Firme" (Tomar) e Orfe ão de Abrantes.Lusa

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Médio Tejo