Sociedade | 26-04-2006 16:28

Torres Novas quer eliminar barreiras arquitectónicas

Uma equipa de técnicos nomeada pela Câmara de Torres Novas e por um centro local de apoio a deficientes iniciou esta quarta-feira um estudo sobre as barreiras arquitectónicas na cidade, de modo a corrigir os erros urbanísticos.Em comunicado, a autarquia explicou que o estudo só termina em Setembro, estando previsto, numa primeira fase, a realização de "um pequeno questionário à população para identificação das situações mais graves", seguindo-se também uma "observação sistemática" da zona urbana.Posteriormente, está prevista a "identificação de barreiras arquitectónicas nos serviços e espaços públicos segundo a legislação vigente, com propostas de eliminação das barreiras tomando em consideração o custo/benefício", refere o comunicado.A iniciativa conta com o apoio da câmara e do Centro de Reabilitação e Integração Torrejano (CRIT) e faz parte de um projecto mais global, denominado Famílias Integradas Sorriem e Ganham Asas (Fisga).Neste projecto social, está contemplada a realização de "um estudo de acessibilidade cidade de Torres Novas, identificando as situações mais graves para as populações especiais (com handicap temporários ou permanentes)", lê-se ainda no comunicado.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Médio Tejo