Sociedade | 27-04-2006 15:40

Feridos em explosão com queimaduras em 80 por cento do corpo

Os dois operários feridos hoje numa explosão na fábrica Platex, em Tomar, correm risco de vida e apresentam queimaduras em mais de 80 por cento do corpo, disseram à Lusa fontes dos hospitais onde os homens estão internados.Os operários foram transferidos para os hospitais de Santa Maria e São José, em Lisboa, onde estão a ser observados, sendo o seu estado considerado muito grave.No Hospital de Santa Maria encontra-se um operário com 35 anos que deu entrada na sala de directos (onde estão os casos mais graves) às 09:30.Fonte hospitalar disse à agência Lusa que o operário tem queimaduras em 80 a 90 por cento do corpo e o seu estado é "muito grave", correndo risco de vida.O outro operário, de 48 anos, encontra-se em coma no Hospital de São José, com queimaduras em mais de 80 por cento do corpo, segundo disse à Lusa o director do serviço de urgência, João Varandas Fernandes.O estado deste ferido é "bastante grave", correndo "risco de vida", adiantou a mesma fonte.Segundo os bombeiros, os operários sofreram queimaduras numa explosão, na sequência de um incêndio que entretanto alastrou, provocando a destruição de um silo de serradura da fábrica "Platex", em Tomar, hoje de madrugada.O alerta para o fogo foi dado cerca das 06h00, mas só duas horas depois é que a situação ficou totalmente controlada, já que existia muita matéria combustível.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1380
    05-12-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1380
    05-12-2018
    Capa Médio Tejo