Sociedade | 04-05-2006 16:08

Confraria da Carne de Touro Bravo formalizada em Coruche

A venda da carne de touro bravo em talhos e unidades comerciais como produto biológico de qualidade é o objectivo dos ganadeiros e da Confraria da especialidade cuja criação será formalizada esta sexta-feira, em Coruche.Segundo Dionísio Mendes, presidente da Câmara de Coruche e uma das instituições associadas da Confraria Gastronómica do Touro Bravo, esta carne "merece uma valorização económica" por parte dos consumidores porque se trata de um pro duto "totalmente natural" que demorou muito tempo até estar pronto para consumo.Trata-se de uma "carne muito específica que está muito pouco valorizada ", considerou o autarca, recordando que os touros bravos demoram quatro anos até atingirem a idade adulta, enquanto que a carne de vaca normalmente consumida é de animais com um ano de vida."O touro é criado no campo e cresce de uma forma muito mais lenta", mas depois de ser morto após as touradas a carne "fica apenas para hambúrgueres e salsichas" porque só os "entendidos" é que a procuram.Com a criação da confraria e a certificação da carne, que está a ser promovida pela Associação de Criadores de Touros de Lide, Dionísio Mendes espera ganhar novos consumidores de um produto que diz ser "único e apetitoso".A criação da confraria terá lugar sexta-feira, antecedendo mais uma edição do Festival de Tasquinhas Sabores do Toiro Bravo de Coruche.De acordo com os promotores, a confraria "tem por objecto a investigação, defesa, promoção e consumo da carne da raça do Touro Bravo", pelo que estão previstas iniciativas conjuntas de forma a promover o produto a nível nacional e internacional.Estão também previstos "concursos cuja finalidade seja a promoção e divulgação do consumo da carne de Touro Bravo, as quais passarão designadamente pel a eleição do cozinheiro, do talho e do restaurante que naquele ano mais haja con tribuído para a divulgação" deste produto, refere a organização.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1369
    20-09-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1369
    20-09-2018
    Edição Vale Tejo