Sociedade | 31-05-2006 10:11

Auto-tanque despistou-se a caminho do incêndio

Os Bombeiros Municipais de Santarém (BMS) ficaram com a sua capacidade operacional reduzida, depois do despiste de um auto-tanque da corporação que deixou a viatura destruída. O acidente aconteceu na Estrada Nacional 3 perto do Centro Nacional de Exposições, no sábado ao fim da tarde.O veículo deslocava-se para um incêndio na Póvoa da Isenta, quando numa curva entrou em despiste, eram cerca das 18h10. Do acidente resultaram ferimentos ligeiros em dois bombeiros. Este era o único auto-tanque da corporação tutelada pela câmara municipal e tinha sido adquirido há cerca de cinco anos. Aliás, era a viatura mais recente dos BMS. A capacidade de intervenção que antes já estava limitada pela falta de uma viatura de combate a incêndios florestais fica agora ainda mais comprometida. Mas o vereador Mário Santos (PSD) espera minimizar a situação com uma estratégia de colaboração com as outras corporações do concelho. Os voluntários de Santarém, Pernes e Alcanede. “Esta situação obriga a um maior cuidado na gestão dos meios do concelho”, sublinhou a O MIRANTE o vereador com o pelouro da Protecção Civil. Mário Santos acrescenta que a autarquia está a desenvolver contactos com o Serviço Nacional de Bombeiros e Protecção Civil no sentido de ser cedida temporariamente uma viatura tanque. No sentido de se apurarem as causas do acidente, já foi determinada a abertura de um inquérito.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Médio Tejo