Sociedade | 05-10-2006 15:54

GM da Azambuja chega a acordo com trabalhadores

Os trabalhadores da Opel da Azambuja e a direcção da General Motors (GM) chegaram a acordo quanto às indemnizações a receber pela rescisão dos contratos. De acordo com o Jornal de Notícias os responsáveis da GM comprometeram-se a pagar aos funcionários dois salários por cada ano de serviço e ainda um prémio de produtividade, estimado em 1700 euros, caso seja atingida a produção de 23 mil automóveis até ao fecho da fábrica, em Dezembro.A última proposta da GM, que mereceu a aprovação da maioria dos trabalhadores, inclui o pagamento de seguros de vida e saúde durante os dois anos seguintes ao fecho, e ainda a comparticipação de um subsídio escolar aos filhos dos trabalhadores. Desta forma, a empresa subiu a fasquia à proposta inicial, que estipulava apenas um ordenado por cada ano, como compensação e mais 0,75% do salário como prémio de produtividade.Ao JN, Paulo Vicente, da Comissão de Trabalhadores, garantiu que "alguns trabalhadores podem rumar a Saragoça depois do final do ano".

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1381
    13-12-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1381
    13-12-2018
    Capa Vale Tejo