Sociedade | 20-10-2006 07:39

Mulher confessou ter incendiado casa e armazém dos tios

Uma mulher de 31 anos confessou ter ateado três fogos na casa e armazém dos tios no lugar de Foros da Charneca, Benavente. Os factos aconteceram em Maio de 2005 e o primeiro fogo deflagrou numa casa onde dormia o tio da arguida e o seu neto. Na primeira audiência de Julgamento realizada ontem no Tribunal de Benavente, a arguida disse que o fez porque estava zangada com a prima que lhe devia 350 euros. “ É tudo verdade. Não sei o que me deu”, disse depois de ouvir a leitura da acusação.A juiz presidente do colectivo Hermínia Oliveira informou que o tribunal vai solicitar uma peritagem médica para aferir se a arguida é imputável. O tribunal quer saber até que ponto a mulher terá tido consciência dos seus actos e das consequências que podiam desencadear.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1381
    13-12-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1381
    13-12-2018
    Capa Vale Tejo